Para criar camarões, criminosos suprimem vegetação de mangue


A Polícia Militar de Sergipe, através do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), em operação de fiscalização conjunta com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), identificou quatro pontos de prática criminosa da carcinocultura – criação de camarões em cativeiros ou tanques artificiais. A ação ocorreu na última segunda-feira, 2, com o apoio também da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

Operação da PM flagra quatro pontos de criação ilegal de camarões em Socorro (Foto: PM/SE)
Operação da PM flagra quatro pontos de criação ilegal de camarões em Socorro (Foto: PM/SE)

A primeira etapa das fiscalizações foi realizada no município de Nossa Senhora do Socorro, onde a guarnição do Pelotão Ambiental identificou quatro locais que desenvolviam a carcinocultura no quintal das residências. Os flagrantes foram registrados na avenida Coletora, pela equipe composta pelos cabos PM Rubens, Sérvulo e Givonaldo se dirigiu ao Conjunto Fernando Collor.

Na abordagem, tanto os militares do PPAmb quanto os agentes ambientais perceberam que os tanques foram escavados de maneira artesanal. Observaram ainda que houve a supressão de vegetação do mangue, além do represamento do Rio do Sal, que passa no quintal das residências.

Os agentes do Ibama e Adema aplicaram as sanções administrativas como multa e embargo, explicando que este tipo de atividade é uma prática extremamente poluidora. “A criação de camarão requer muita ração de crescimento e engorda, feita de perigosos compostos químicos, os quais provocam a mortandade de espécies vegetais e animais, a exemplo de caranguejos e peixes. Além disso, a química contamina a água, dizima o manguezal e todo o ecossistema”, esclareceu o cabo Rubens.

Coube ao pelotão ambiental lavrar quatro termos circunstanciados de ocorrência por crime ambiental previsto no artigo 60 da Lei 9.605, de 1998 (Lei de Crimes Ambientais), que serão encaminhados à Comarca de Nossa Senhora do Socorro. As ações prosseguem até o mês de dezembro, com o propósito de mapear todos os pontos de carcinocultura do Estado de Sergipe.

Fonte: Infonet


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>