Indústria do entretenimento

SeaWorld se enfurece com o documentário Blackfish

Por Otávio Monteagudo (da Redação)

Alunos de escolas da Flórida interagem com uma baleia orca junto de uma treinadora no SeaWorld Orlando, em março de 2006. (Foto: Chris Gotshall/ AP Photo)
Baleias confinadas no SeaWorld Orlando – março de 2006. (Foto: Chris Gotshall/ AP Photo)

Em resposta ao último documentário lançado pela Magnolia Pictures, o SeaWorld Enterteinment lançou uma agressiva campanha de relações públicas contra o filme. O SeaWorld não só enviou uma análise negativa detalhada sobre o filme que focado nos perigos da manutenção de orcas em cativeiro para 50 críticos de cinema profissionais como gravou entrevistas com executivos e criadores de animais renomados sobre as supostas falhas e generalizações presentes no documentário. Com o suporte da empresa especializada em RP 42West, o SeaWorld, cujos executivos recusaram os vários pedidos da diretora Gabriela Cowperthwaite por entrevistas, alegam que “Blackfish” é uma obra intelectualmente desonesta, com teses e cenas parciais e distantes da realidade. No entanto, Cowperthwaite diz que iniciou o projeto com uma mente aberta e só ao longo dele que constatou que orcas mantidas em cativeiro apresentam sinais de comportamento anormal e violento.

Muitos especulam que a ofensiva do SeaWorld irá servir como publicidade para um filme cujo público não seria inicialmente o de frequentadores de parques aquáticos. Os executivos do SeaWorld reconhecem esse risco, mas alegam que o filme “diminui a missão” de oferecer aos seres humanos a apreciação de seres inteligentes e bonitos como as baleias. Porém, é difícil não reconhecer formas alternativas de apreciação às baleias no mundo atual que não envolvam a captura e treino destas. Além disso, é argumentado que aprisionar seres vivos desta maneira causa efeitos negativos ao desenvolvimento de empatia na juventude. Leia o artigo do ‘New York Times’ (em inglês) no link abaixo para mais detalhes, e veja você mesmo o trailer do filme:

http://www.nytimes.com/2013/07/19/business/media/seaworlds-unusual-retort-to-a-critical-documentary.html?pagewanted=2&_r=1&hp&

1 COMENTÁRIO

  1. Os comentários e o medo da má propaganda do SeaWorld Enterteinment será um ótimo incentivo para que o mundo assista esse filme e veja o que é e o que faz a prisão desses animais magníficos, aliás, de qualquer animal.

  2. Excelente, quanto mais eles se queimam, mais audiência para esse documentário mesmo. Quero assistir, sei que deve ser forte mas vou ver. Ja vi cenas quando pegaram a Keyko e foi terrível..

  3. Desejo de todo o coração que o SeaWorld feche as portas imediatamente! Chega de tanta estupidez! Precisam tanto assim de dinheiro e atenção? Então vão procurar um trabalho honesto. Explorar animais já não tá mais “na moda”.

  4. “diminui a missão” de oferecer aos seres humanos a apreciação de seres inteligentes e bonitos como as baleias? O que há de errado com a humanidade? capturar, torturar para o homem apreciar? vai coçar o nariz, vai ler, vai estudar, vai ajudar quem precisa…demonios ignorantes, escoria, cancer do mundo, raça nojenta, tenho nojo de fazer parte desta raça…

  5. QUERIA Q BALEIAS PUDESSEM APRECIAR OS MAGINIFICOS SERES HUMANOS PARA APRECIACAO. NUM F%$#É MUITA PRESUNCAO, NESSA EPOCA ACHAR Q SE TEM ESSE DIREITO

  6. Sinceramente fui no Seaworld e sei que nenhum deles teriam a coragem de machucar qualquer animal entao vcs parem de HIPROCRISIA E INVENJA!!!!

    • Inveja? você é uma pessoa muito mau informada… Só o fato de uma baleia, um animal enorme, de bando, vivendo num tanque micro. Sim, pq é aonde elas ficam quando não estão nos shows, já é uma maldade, fora milhoes de outras que os olhos do púbico não veem. O caso dessa balei que mtou a mulher ela fica presa no mesmo lugar, sem quase se mover, escondida nos fundos do parque. Sinto pena de você que caiu na labia e deu dinheiro a essa monstruosidade. Não sei nem o que uma pessoa do seu tipo, que com certeza não gosta de animais está fazendo aqui.

  7. “Os executivos do SeaWorld reconhecem esse risco, mas alegam que o filme “diminui a missão” de oferecer aos seres humanos a apreciação de seres inteligentes e bonitos como as baleias.”

    Orca é um golfinho… ‘-‘

  8. É muito triste ver como esses seres tão lindos e especiais são vítimas indefesas da crueldade e ganância humanas ! Vou orar para Deus tome uma providência !

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui