Questão de saúde pública

Antibiótico usado em galinhas mata 1500 pessoas por ano na Europa

Por Patricia Tai (da Redação)

Foto: Alamy/Daily Mail
Foto: Alamy/Daily Mail

Um tipo de antibiótico que está sendo aplicado em galinhas criadas para consumo humano é culpado pela morte de mais de 280 pessoas por ano na Grã-Bretanha, segundo estudo. As informações são do Daily Mail.

O antibiótico cefalosporina de terceira geração, que é aplicado em bilhões de galinhas para tratar infecções pela bactéria E.coli (Escherichia coli), resultou em várias linhagens de bactérias que são resistentes a tratamento quando transmitidas a humanos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Cientistas publicaram suas descobertas no Jornal de Doenças Infecciosas e descreveram o número de mortes como “impressionante”. Eles acreditam que aproximadamente 1500 pessoas morrem por ano em toda a Europa em decorrência dessa contaminação.

Taxas de infecção de uma estirpe conhecida como G3CREC triplicaram em pessoas e animais entre 2007 e 2012.

Os dados estudados pelos cientistas vieram dos Países Baixos e levaram à conclusão de que houve 1318 mortes adicionais na Europa.

“Os números de mortes evitáveis e os custos de cuidados médicos para tratar o problema causado pelo uso desse medicamento são assustadores. Considerando estes fatores, o uso contínuo dessas drogas antimicrobiais deveria ser urgentemente examinado e interrompido, particularmente em aves, não só na Europa mas em todo o mundo”, alertam os cientistas.

Richard Young, assessor político da Soil Association, disse: “Essa é a primeira estimativa detalhada a emergir sobre as consequências à saúde humana do uso de antibióticos na agricultura europeia”, e acrescentou que “isso indica que muitas pessoas morrem de infecções resistentes devido ao excesso de confiança em antibióticos utilizados na criação intensiva de gado”.

Imagem da bactéria E.coli. (Foto: Alamy/Daily Mail)
Imagem da bactéria E.coli. (Foto: Alamy/Daily Mail)

Nota da redação: Eis um exemplo de situação em que o homem morre do próprio veneno. Essa é mais uma prova da necessidade urgente da humanidade deixar de comer carne e derivados de animais. Infelizmente, o caminho percorrido pelos venenos aplicados nos corpos dos animais que serão mortos para consumo humano é silencioso e sorrateiro. Quantas doenças além destas fatais estarão se desenvolvendo em organismos humanos, só pelo fato dos mesmos ingerirem carne? Sem contar que a matéria em questão não tratou dos tão conhecidos hormônios que são aplicados nas aves para que cresçam mais rápido, para atender à velocidade da indústria da morte e do lucro, que estranhamente também é a da alimentação humana.

Se os humanos não conseguem aderir ao veganismo pela mera compaixão aos animais – motivo mais que suficiente, diga-se de passagem, deveriam fazê-lo então por preocupação consigo mesmos.

O mais triste é que, em uma reportagem como esta que traz tão embutida a questão dos malefícios do consumo da carne, se perca o mais importante, que é a própria sina desses animais que vivem curtas e miseráveis vidas de escravidão, amontoados em avícolas industriais.

Como se não bastasse terem de passar por essa existência explorada e medíocre como se fossem “coisas”, os animais precisam receber drogas pesadas para combater doenças causadas, por sua vez, tão somente pelas próprias condições que lhes são impingidas pelo ser humano que as explora, ser humano este que não é apenas o criador ou empresário, mas também e principalmente o que consome os seus corpos mortos e “produtos”.

1 COMENTÁRIO

  1. Adorei a nota da redação, pois foi direto ao ponto que interessa, visto que este jornal, a ANDA, é um jornal no qual os animais devem ser noticiados como protagonistas, vítimas da crueldade e do manejo humano. Gostei da firmeza e da crítica. Muitas vezes vejo notícias dadas aqui sem qualquer senso crítico, como se este fosse um jornal qualquer, igual aos outros que noticiam os animais sempre com a perspectiva dos ganhos humanos em vista.

    • Essa humanidade está entorpecida pela maldade e egoísmo do que fazem com os seres sencientes da natureza…
      È a lei de causa e efeito….

      Na record hoje, o Edu Guedes estava com um grande pedaço de porco e ele e Hortência aquela que foi jogadora de basquete , estavam temperando o pobre cadáver.
      São uns primitivos e mortos de fome , exploradores de seres indefesos da natureza sem ética e respeito a vida .
      Esse pessoal….. é um atraso para o progresso e a evolução do planeta. Uns trogloditas sem amor.

  2. Perfeita e objetiva a nota da redação; desmaquiando as verdadeiras e importantes causas e trazendo o foco para o que é relevante!

  3. Perfeita e objetiva a nota da redação! Desmaquiando as causas verdadeiras e importantes e trazendo o foco para o que é relevante!

  4. NÃO SERIA O CASO DE CRIAR ANIMAIS MAIS SAUDÁVEIS? A PROTEINA ANIMAL É NECESSÁRIA AO DESENVOLVIMENTO HUMANO, O CÉREBRO HUMANO SÓ DESENVOLVEU QUANDO O SER HUMANO COMEÇOU A COMER PROTEINA ANIMAL.

  5. o que e que come a vaca a vida inteira?o cavalo,booi?esses animais so comm gama,tem forca e resistencia como o boi e o cavalo.que come o passarinho?alpiste a vida inteira,assim o resto so o ser humano”necesita”milhoes de coisas como calcio,vitamina c,etc,que e o que os medicos receita,determinadas verduras,legumes,frutas etc,porque os produtores tem que vender os seus produtos para que o mundo continue gerando lucros e os governos,imppostos,e ai?……

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui