Cães abandonados de Ponta Grossa (PR) são castrados após meses sem o serviço


Prefeitura de Ponta Grossa retomou serviço de castração de cães em situação de rua e de cachorros de famílias carentes (Foto: Reprodução/RPC TV)
Prefeitura de Ponta Grossa retomou serviço de castração de cães em situação de rua e de cachorros de famílias carentes (Foto: Reprodução/RPC TV)

A Prefeitura de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, no Paraná, retomou neste mês de agosto a castração de cachorros em situação de rua e de cães de famílias carentes. Desde janeiro, o serviço não era feito na cidade devido ao período de renovação de contratos com clínicas veterinárias. Três consultórios foram credenciados para realizar o serviço.

De acordo com o médico veterinário do Centro de Zoonoses, Leandro Inglês, Ponta Grossa tem aproximadamente 80 mil cães, entre os que vivem na rua e aqueles com moradia. A prefeitura não sabe dizer quantos cachorros estão abandonados.

Com a castração dos animais, Inglês explica que a população de cães em situação de rua vai ser reduzida. “Nós achamos que, em pelo menos dez anos, haja uma redução no número de cachorros. Temos que pensar em médio a longo prazo”, esclarece.

Castração

Os cães são recolhidos pela carrocinha a cada semana em bairros diferentes. Após a captura, os cachorros são levados para o Canil Municipal e permanecem no local por três dias. Caso o tutor não apareça para resgatara o animal, o cão é encaminhado para a castração e depois, volta para o canil para se recuperar. O cachorro ainda recebe um chip de identificação e é devolvido para as ruas.

As famílias comprovadamente carentes, que desejam castrar os cães, podem procurar o escritório do Centro de Zoonoses, que fica na Rua Augusto Ribas, 233, no Centro da cidade. No local, o tutor do cão deve registrar o pedido, e em outro momento, a carrocinha vai buscar o animal. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (42) 3222-9672.

Fonte: G1

Nota da Redação: Castrar o cão e devolvê-lo para a rua não é uma política adequada e justa com os animais. Nas ruas eles correm diversos riscos, entre atropelamentos e situações de maus-tratos. Estes animais deveriam ser encaminhados para adoção. Políticas públicas para protegê-los do abandono são urgente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO

VISIBILIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>