Equipes voltam à mata para resgatar bichos-preguiça em Pernambuco


Foto: Divulgaão
Foto: Divulgaão

Seis bichos-preguiça da espécie três dedos foram resgatados em uma área em desmatamento às margens da BR-101 Sul, em Prazeres, Jaboatão  dos Guararapes, no último dia 20. Os animais viviam na mata há vários anos, mas estavam deixando o local e indo para a rodovia federal, correndo o risco  de serem atropelados, por conta do desmatamento da área. As duas fêmeas, três machos e um filhote de sexo não identificado foram levados  para a Reserva de Gurjaú, localizada entre Jaboatão e o Cabo de Santo Agostinho. As equipes da Coordenação de Proteção e Defesa Animal e do Grupamento de Apoio ao Meio Ambiente (Gama) voltam à mata para resgatar os outros oito bichos-preguiças que ainda estão no local.

Antes de serem transferidos para a área protegida, os bichos-preguiça foram examinados e pesados. “São animais saudáveis. Uma fêmea, inclusive, está gestando um filhote. No entanto, eles corriam risco porque a vegetação da área foi suprimida para extração de areia de uma indústria de vidro”, explicou o coordenador de Proteção e Defesa Animal da Secretaria de Meio Ambiente de Jaboatão, Manoel Tabosa. Devido ao impacto ambiental, os bichos-preguiça estavam ficando sem seu habitat natural e migrando para a rodovia. Moradores da área informaram que alguns morreram atropelados na semana passada.

“A ação de manejo desses animais tem o objetivo de garantir a sobrevivência do grupo. Identificamos a presença de fêmeas, jovens e  filhotes, ou seja, eles estavam procriando”, destacou Tabosa. A reprodução da espécie é um fator importante para a retirada dos bichos. “Existe a tendência de se reproduzirem na área e ela não comporta mais os animais por causa da degradação”, frisou o coordenador de Proteção  Ambiental.

A coordenadoria ainda está apurando denúncias de que moradores dos arredores estariam capturando os animais e levando para casa, prática ilegal. “Identificamos apenas um caso de uma pessoa que passou de motocicleta na BR e levou um bicho-preguiça, mas já fizemos o resgate”, informou Tabosa.

Fonte: Diário de Pernambuco


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>