Rejeitado pela mãe, filhote de lobo-guará é amamentado por cadela e faz acupuntura para sobreviver


Foto: Reprodução/Rede Record
Foto: Reprodução/Rede Record

Em Nova Odessa, no interior de São Paulo, a evolução de um dos moradores mais ilustres da cidade, o lobo-guará Tunico, emociona a todos.

O animal nasceu há dois meses no zoológico da cidade e, ao contrário dos três irmãos, escapou dos ataques da mãe. Por instinto, ela quis comer os filhotes após lhes dar à luz.

Apelidado de Tunico pelos funcionários, o lobinho só sobreviveu graças à cadela sem raça definida Lilica, que amamentou o animal por 23 dias. Mesmo assim, Tunico quase morreu de pneumonia, conjuntivite e má formação dos ossos.

Com um desvio na coluna, Tunico mal conseguia andar e teve de passar por sessões de fisioterapia e acupuntura para retomar sua condição normal.

Hoje, Tunico toma banho de sol duas vezes ao dia e recebe muitas vitaminas para crescer com saúde. Dentro de quatro meses, ele deve voltar a viver com os pais e a irmã mais velha em Santa Odessa (SP). Os lobos-guarás estão em extinção e os funcionários do local pretendem encontrar uma fêmea de lobo-guará para Tunico no futuro.

Fonte: R7


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>