Surto de botulismo mata mais de 160 animais em Campos dos Goytacazes (RJ)


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um surto de botulismo acometeu animais em Campos dos Goytacazes (RJ). A intoxicação exógena, denominada botulismo hídrico, causada pela ingestão de toxinas através da água contaminada, levou a óbito 163 búfalos de diversas categorias, sendo 65% (105 animais) fêmeas gestantes ou em fase de amamentação. A mortalidade foi registrada em um período de cinco meses, com estudo em local pantanoso e topografia de baixo declive em Campos dos Goytacazes. O diagnóstico foi firmado por professores e médicos veterinários da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF).

Na maioria dos casos, os animais apresentavam dificuldades respiratórias, estado mental aparentemente normal e sinais neurológicos de paralisia flácida da musculatura, o que dificultava a locomoção. Nos pastos foram observadas coleções de água esverdeada com elevada quantidade de matéria orgânica, constituída por fezes dos próprios búfalos, aves aquáticas e urubus. Nesses locais os animais vinham a óbito.

O grupo detectou que a prática nas propriedades era a de não recolher os corpos que se decompunham na pastagem ou em contato com a água pantanosa. Com a ocorrência crescente da enfermidade e de óbitos, eram muitos os corpos decompostos presentes na água que os animais bebiam, fator que retroalimentava a mortalidade.

Segundo o professor Eulogio Queiroz , a ocorrência de botulismo depende de uma série de fatores envolvendo a intensidade da contaminação ambiental pelos esporos da bactéria Clostridium botulinum, além da presença de substrato e a existência de condições ideais para sua multiplicação e formação de toxina. A proliferação da doença foi causada pelo sistema de produção utilizado (o manejo dos animais). Os dejetos deixados no ambiente determinaram a forma e intensidade do surto. Diante do quadro encontrado, os donos das propriedades receberam orientações técnicas para evitar que novos surtos da doença venham a ocorrer.

Fonte: Momento Verdadeiro


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DENÚNCIA

JAPÃO

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>