O mundo da cultura se une contra o abandono animal


Por Maria Angelica São Pedro (da Redação)

María León, Lluís Homar, Leiva e Rubén (Pereza) e Kira Miró, entre outros, junto a Federación de Asociaciones de Proteción Animal de la Comunidad de Madrid (FAPAM) lançam a campanha “Ele te abandonaria por umas férias de verão?”. As informações são do Publico.

Imagem da campanha de FAPAM.
Imagem da campanha de FAPAM.

Três minutos. Esse é o tempo que se dá entre um abandono e outro de um animal de companhia na Espanha. São cifras assustadoras que a Federación de Asociaciones de Protección Animal de la Comunidad de Madrid (FAPAM) junto a rostos conhecidos da cultura espanhola como María León, Lluís Homar, Jesús Olmedo e Kira Miró, querem mudar. Para isso lançaram a campanha “Ele te abandonaria por umas férias de verão?”, com a qual tentam sensibilizar os espanhóis sobre esta prática tão típica nessas épocas do ano.

Mais de 300 mil animais são abandonados anualmente na Espanha, só na Comunidade de Madri, a cifra supera os 10 mil, e com a chegada do verão o número de animais abandonados dispara de forma alarmante.

A FAPAM pretende sensibilizar o abandono, principalmente nesta época, e busca oferecer outras opções para que os animais domésticos não sejam deixados em qualquer lugar. O objetivo da campanha é mostrar a crueldade que estes cães e gatos enfrentam, já que a maioria deles morrem agonizando por atropelamentos, maus-tratos ou morte lenta por inanição e ainda são involuntariamente causa de acidentes de trânsito.

Nesta campanha participam pessoas de âmbito cultural – cinema, música e televisão- como Rubén y Leiva, de Pereza, os grupos Sidecars y Reincidentes, as atrizes Patricia Montero, Blanca Suárez, María León e Ruth Nuñez e o apresentador Jorge Javier Vázquez e conseguiram a cessão do curta-metragem Divina Justicia, protagonizado por Federico Lupi e o cachorro Pancho, dirigido por Miguel Romeroque,  que trata “magistralmente” o abandono de cachorros nas férias.

O número de cães e gatos de raça abandonados, assim como o número de animais de idade média e adulta que se encontram nessa situação, fazem com que as protetoras  transbordem em sua capacidade com um aumento de até 100%, chegando ao limite pelo crescente número de animais encontrados em ruas e estradas.

A FAPAM considera a crise econômica como o principal fator do golpe que vêm sofrendo esses animais domésticos, já que o número de abandonos cresceu juntamente ao agravamento dos problemas econômicos. Ainda mais, a crise também não ajuda a estas associações que vê em seu financiamento privado e no número de sócios uma redução drástica que alcança este ano um 50%.

A FAPAM apresenta soluções simples para este problema, já que uma tendência responsável é saber organizar o período de férias e não se desfazer friamente dos nossos animais domésticos com a chegada das férias. As opções são as residências caninas, os passeadores, as casas de acolhimento, ou até deixá-los com um amigo ou familiar. Outra alternativa seria escolher hotéis ou apartamentos que aceitem animais de companhia, uma realidade crescente na Espanha a cada ano.

Em países como Suíça, Alemanha, Holanda ou Suécia, o abandono de animais é praticamente inexistente. Porém Espanha tem o vergonhoso recorde da Europa em número de abandonos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>