Feiras de adoções pretendem diminuir número de animais nas ruas


Animais devem começar a ser retirados da cidade ainda hoje - Foto: Divulgação
Animais devem começar a ser retirados da cidade ainda hoje – Foto: Divulgação

Em Belo Horizonte (MG), 27.600 cachorros estão abandonados nas ruas. Este número pode ser ainda maior se levada em consideração a população de gatos de rua que também vivem à mercê de maus-tratos. A estimativa é da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), que informa que a atual população canina da capital é de 276 mil. Destes, 10% vivem nas ruas.

Em vista disso, diversas entidades não governamentais ou protetores de animais realizam, com os próprios recursos ou doações, feiras de adoções para tentar prover um lar aos animais que foram abandonados. Em 2011, o poder público resolveu tomar a iniciativa e realizar, mediante uma parceria entre o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da SMSA e o projeto Adote um Amigo da Ong Teia de Textos, feiras de adoções periódicas.

O projeto consiste em disponibilizar os animais que ficam encarcerados no CCZ para adoção responsável. A parceria foi firmada em 2011, com o objetivo de encontrar um lar para os animais que não foram procurados pelos tutores no Centro. Também é possível adotar um animal diretamente no CCZ.

De acordo com o médico veterinário da Gerência de Zoonoses da SMSA, Eduardo Viana, a feira oferece para a adoção exclusivamente animais recolhidos pelo CCZ. As feiras são realizadas uma vez por semana nas diversas regiões da cidade. “Com essa iniciativa, tanto a saúde humana quanto a saúde animal são preservadas”, afirmou.

A última feira, aconteceu nesse sábado (6), no bairro Gutierrez, na região Oeste de Belo Horizonte. Já o próximo evento deverá acontecer no bairro Planalto, na região da Pampulha, neste sábado (13), na Clínica Veteranirária Med Vet, localizada na avenida General Olimpio Mourão Filho, 747.

Adoção
Se comparado ao número de animais que ainda vivem nas ruas, na capital, o número de adoções continua baixo. Em 2012, apenas 498 animais foram adotados no CCZ e em 2013, até esta terça-feira (9), foram 298.

Em vista disso, também são realizadas simultâneas às feiras, campanhas de conscientização para inibir o abandono de animais domésticos e esclarecer sobre a guarda responsável, por meio de palestras em escolas públicas, treinamento dos agentes de zoonoses e produção de cartilhas e panfletos sobre o assunto.

Voluntária e secretária do projeto Adote um Amigo, Kênia Moreira destacou que feiras são organizadas quase sempre em pet shops e shoppings centers. “Normalmente são levados entre 15 e 20 animais para adoção. Antes de adotar o animal, o candidato a futuro tutor passa por uma entrevista para sabermos se ele tem o perfil adequado adotar um animal. Depois ele recebe dicas de um veterinário sobre vacinação, alimentação, entre outros assuntos”, frisou.

O novo tutor do animal se compromete a receber algumas visitas de voluntários do projeto Adote um Amigo, que vão confirmar as condições em que cães ou gatos adotados estão vivendo. De acordo com Kênia Moreira, 1.093 animais já foram adotados desde o início das feiras de adoção realizadas por meio da parceria.

Kênia Moreira enfatizou também que todos os animais oferecidos para adoção são submetidos à castração, vacinados, vermifugados e recebem um microchip de identificação. A pessoa interessada na adoção deve apresentar comprovante de residência, carteira de identidade e CPF no ato da adoção.

Ainda de acordo com dados do CCZ, de janeiro a maio deste ano foram adotados 119 cães e 99 gatos. Para adotar um animal recolhido, o interessado deve comparecer pessoalmente ao local, de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h. O endereço é rua Edna Quintel, 174, bairro São Bernardo. Os telefones são 3277-7411 ou 3277-7413.

Fonte: O Tempo


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>