ONG anuncia evento onde serve feijoada com pedaços de porcos e causa revolta


Por Rafaela Pietra (da Redação)

Animais são amigos, não comida! - Foto: Divulgação
Animais são amigos, não comida! – Foto: Divulgação

A ONG Viva Bicho, de Balneário Camboriú (SC) realiza a 4ª Edição da Feijoada Viva Bicho, organizado para arrecadar fundos à instituição. O anúncio da realização de tal evento causou extrema revolta em protetores e militantes pela causa animal, já que as mais de 200 pessoas que comparecessem teriam, a sua disposição, uma feijoada completa, com pedaços de animais.

Apelos para que o evento fosse cancelado foram postados na página oficial do Facebook da ONG. Protetores se mostraram indignados com a realização de tamanha atrocidade por uma instituição que tem como principio básico o respeito à vida, utilizando-o até mesmo como seu slogan.

“Mesmo sendo eu vegana, a questão aqui  não é só veganismo. Convenhamos, uma ONG servir animais mortos em evento para angariar fundos para manter outros animais é, no mínimo, não condizente com os mais elementares fundamentos da causa animal que dizem praticar. Matar uns para ajudar outros?”, declarou Kareen Martinho, uma das internautas indignadas com a ação da ONG.

O mínimo que se pode esperar de uma organização que defende os direitos animais é que isso seja unanime. Todos os animais possuem direitos e não apenas cães e gatos. Porcos, bois, vacas e cavalos também merecem nosso respeito, admiração e, principalmente, cuidado. É completamente injustificável proteger alguns e comer outros.

Uma excelente opção para o evento seria o preparo de uma saborosa feijoada vegana -  Foto: Divulgação
Uma excelente opção para o evento seria o preparo de uma saborosa feijoada vegana – Foto: Divulgação

Diversos internautas entraram em contato com a Viva Bicho solicitando a reformulação do evento, a organização de uma grande feijoada vegana ou a suspensão deste, até que possa ser organizado de maneira a defender todos os animais.

A página oficial do Evento no Facebook foi retirada do ar, mas não há qualquer anúncio sobre a suspensão de sua realização na página da ONG. A redação da ANDA entrou em contato com a Viva Bicho mas, até o momento da publicação dessa matéria, não recebemos resposta.

A ONG Viva Bicho mantem um abrigo com mais de 800 animais, que consomem, em média, uma tonelada e meia de ração por mês.

Esperamos que o evento não seja realizado nos moldes originais e que, se servida, a saborosa feijoada seja composta somente de ingredientes vegetais, com todo o respeito que os animais merecem.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>