Projeto devolve macacos-prego ao seu habitat natural


Foto: Reprodução/ G1
Foto: Reprodução/ G1

Um grupo de doze macacos-prego foram devolvidos ao seu habitat natural, em uma reserva no município de Presidente Kennedy, no norte do Tocantins. Os animais foram encaminhados ao Projeto Aratama há três anos, após sofrerem maus-tratos.  Para que pudessem se recuperar antes de serem reintegrados à natureza, biólogos e voluntários trataram os animais durante todo esse período.

Os biólogos prenderam os animais em uma única jaula para que formassem um grupo unido. Isso porque em grupo os macacos-prego tem mais chances de sobreviverem na natureza. Alguns deles atacam e mordem quem tenta pegá-los. Por isso, para fazer o transporte desses animais para a reserva natural, eles precisaram ser sedados.

A adaptação será gradativa. Na área de 120 mil hectares, uma gaiola com a parte superior aberta foi instalada para servir de abrigo noturno aos macacos, enquanto eles não se adaptam completamente à mata. A gaiola fica perto de um córrego que vai servir de fonte de água. Antes da soltura, os biólogos penduraram frutas nas árvores no entorno da gaiola para que os macacos reaprendam a procurar alimentos.

O Projeto Aratama fica em Presidente Kennedy (TO), e é desenvolvido na fazenda Água Fria. O objetivo do projeto é devolver para a natureza animais vitimas de maus-tratos, criação ilegal, caça e atropelamento. Além disso, é a única instituição do estado autorizada pelo Ibama a abrigar animais silvestres. O grupo já recebeu cerca de 500 animais de diferentes espécies que foram resgatados em operações de tráfico ilegal ou que estavam perdidos em cidades.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

POLÍTICA PÚBLICA

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>