Três macacos-prego morrem no zoológico de Belo Horizonte (MG)


Três macacos-prego morreram na noite da última segunda-feira (24) dentro do zoológico de Belo Horizonte. Segundo a assessoria da Fundação Zoobotânica, os animais – sendo um macho, uma fêmea e um filhote de sexo indefinido – foram atacados por cachorros domésticos que invadiram o recinto conhecido como Ilha dos Macacos.

Ainda conforme informações da Fundação, os animais foram encontrados por funcionários do zoológico na manhã de terça-feira (25). Além disso, o órgão já providenciou a transferência dos outros cinco macacos da mesma espécie para um recinto fechado. A Ilha dos Macacos é um local aberto onde vivem os animais, entretanto foi esvaziado até que profissionais da Fundação recolham os cachorros que estão circulando dentro do local.

No ano passado, o gorila Idi Amin, que era o único representante da éspecie que vivia em cativeiro na América do Sul, faleceu no dia 7 de março. Ele tinha 38 anos e estava na Fundação Zoobotânica de BH desde 1975. Quase um ano depois, em 2 de fevereiro deste ano, a gorila Kifta, uma das “namoradas” de Idi, morreu aos 13 anos, vítima de edema pulmonar agudo e infecção intestinal.

Fonte: Hoje em Dia

Nota da Redação: As informações sobre a morte dos macacos são uma versão do zoológico. Não temos certeza sobre o que de fato aconteceu, mas não há dúvidas que esses animais, privados da liberdade, cercados por limites impostos forçosamente por humanos, vivendo em ambientes artificiais, servindo como objetos em vitrines vivas, tiveram vidas miseráveis.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>