Jogo faz Congresso simular sessão e discutir o extermínio de cachorro em Santa Cruz do Arari (PA)


O jogo entre Brasil e México pela Copa das Confederações esvaziou ontem as atividades do Congresso, apesar de o Legislativo habitualmente concentrar o volume de trabalho nas quartas-feiras.

Alguns deputados e senadores se revezaram na Câmara e no Senado na tentativa de demonstrar um funcionamento normal e evitar desgaste diante das manifestações populares no país.

Na Câmara, o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) se irritou quando o plenário passou a discutir a criação de uma comissão para apurar a acusação de que a Prefeitura de Santa Cruz do Arari (PA) estaria patrocinando um extermínio de cães na cidade.

“Nós nos expomos ao ridículo quando o Brasil vive hoje um quadro de convulsão. Esta Casa está contribuindo para reforçar todas as críticas feitas a ela”, disse o petista.

“Estamos aqui simulando uma pauta porque cancelamos a pauta da tarde para assistir o futebol e essa Câmara […] vai emendar a quarta com a quinta, sexta, sábado, domingo e segunda”, completou. O debate não prosseguiu.

Foi registrada a presença de mais de 390 deputados na Câmara, mas no início da tarde o movimento perdeu fôlego. Funcionários foram liberados uma hora antes da partida. Durante o jogo, cerca de 20 parlamentares circulavam pelo cafezinho, que conta com uma TV de 42 polegadas.

O Senado antecipou a sessão de votações, mas dez minutos após o começo da partida o plenário foi esvaziado.

Fonte: Folha de S. Paulo

Nota da Redação: É um absurdo o deputado fazer pouco caso de um assunto tão importante quando o dos cães de Santa Cruz do Arari (PA). Muitas vezes existe o preconceito de que discutir um assunto que envolva animais não é prioridade pois deve-se discutir antes as pautas sociais. O que as pessoas se esquecem é que os assuntos relacionados aos animais também são de cunho social, pois envolvem educação, saúde, políticas públicas, entre outras coisas, e precisam de atenção. A prefeitura de Santa Cruz do Arari agiu de forma criminosa, o caso tem repercutido e não pode ser esquecido até que as devidas providências sejam tomadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

COMPORTAMENTO

BENEFÍCIOS

CRUELDADE

SENCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>