Criminosos usam gata para tentar entrar com celulares em presídio


O animal seria utilizado para levar os aparelhos até o interior do presídio Foto: Secretaria de Administração Penitenciária / Divulgação
Foto: Secretaria de Administração Penitenciária / Divulgação

Bandidos usaram uma gata para tentar entrar com celulares em um presídio da cidade de Getulina, no interior de São Paulo. Agentes penitenciários viram o animal andando com dificuldade perto de uma das portarias. A gata estava com três celulares presos ao corpo com fita adesiva.

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que a direção do presídio já investigava uma denúncia de que presos da unidade estariam tentando burlar a vigilância do local explorando animais domésticos.

Ainda de acordo com a SAP, esta é a primeira vez que um gato é usado para levar celulares para um presídio do Estado. Em maio do ano passado, pombos foram utilizados para transportar celulares para a penitenciária de Pirajuí, a 73 quilômetros de Getulina. Duas aves foram encontradas com espécies de mochilas presas ao corpo carregando celulares. Na ocasião, a Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as responsabilidades no caso.

Fonte: Terra


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>