Artistas protestam contra extermínio de cães no Pará


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Artistas como o casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank participaram de um protesto realizado em Belém, no Pará, neste domingo (9), contra extermínio de cães na cidade de Santa Cruz do Arari, na Ilha do Marajó. Também esteve na manifestação a atriz Fiorella Mattheis.

Em seu Instagram, Ewbank registrou o protesto publicando fotos e escrevendo mensagens de indignação. “Já estamos aqui em Belém na passeata lutando pelos animais de Santa Cruz do Arari!! Assine você também a petição em www.peticaopublica.com br e nos ajude a lutar por essa causa!!! #pamplonaassassino #pará #justiça #crueldadenuncamais #luto”, postou a atriz.

Entenda o caso

A população de Santa Cruz do Arari, na Ilha do Marajó, denunciou a caça a cães instituída pelo prefeito Marcelo Pamplona (PT). Segundo os moradores, a prefeitura, no último dia 28, pagou pela caça de cães e cadelas, e os animais apreendidos teriam sido mortos.

O prefeito reconhece que fez a captura dos cães, mas nega que tenha matado os animais: segundo ele, os cães foram levados para a zona rual do município, já que estariam causando a proliferação de doenças na cidade.

Vídeos registraram cães sendo laçados por crianças e levados até canoas, onde foram amontoados no porão da embarcação. Amarrados, os animais aparecem com diversos ferimentos. As imagens mostram ainda vários animais mortos abandonados no rio da cidade.

A Delegacia de Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil, abriu inquérito, na terça-feira (4), para apurar o caso. Na quinta-feira (6), uma equipe da delegacia chegou a Santa Cruz do Arari para apurar as denúncias sobre o caso.

O Ministério Público Estadual (MPE) também instaurou inquérito civil para investigar as denúncias. No documento, assinado pela promotora Jeanne Maria Farias de Oliveira, uma análise preliminar de imagens onde os cães aparecem amarrados e alojados dentro de um barco pode configurar crueldade com animais, conduta passível de responsabilização civil e criminal.

Fonte: Terra


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EDUCAÇÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

COMPORTAMENTO

BENEFÍCIOS

CRUELDADE

SENCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>