Cadastro eletrônico

Sai decreto que prevê microchips em animais domésticos em Joinville (SC)

(Foto: Carlos Eduardo Schneider / Especial)

Entrou em vigor na última sexta-feira o decreto que regulamenta a microchipagem de animais domésticos em Joinville (SC). O documento dá prazo de dois anos para que os tutores de cães, gatos e equinos implantem o microchip de identificação em seus bichos e estabelece em R$ 25 o preço para a microchipagem pública.

O serviço será oferecido pela Fundação Municipal de Meio Ambiente (Fundema), por meio do Centro de Bem-estar Animal, depois que a compra de 10 mil chips for licitada. A licitação tem prazo de 15 dias para ocorrer a partir do momento em que for lançada. A Fundema ainda irá comunicar quando as pessoas podem começar a procurar o serviço.

Segundo o presidente da Fundema, Aldo Borges, o órgão busca também parceria para oferecer a microchipagem em pontos fixos da cidade, provavelmente em contêineres. O atendimento nesses locais será para pessoas de baixa renda, cadastradas na Assistência Social. Para elas, a microchipagem de animais domésticos será gratuita.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Outra medida é que anúncios de comercialização de animais domésticos em jornais, sites e outros veículos têm de trazer o número de registro do bicho, ou seja, a microchipagem é obrigatória nestes casos. O presidente da Fundema também diz que o órgão deverá conversar com pet shops para sensibilizar os estabelecimentos a também oferecerem o serviço.

Em clínicas particulares para animais domésticos, a microchipagem já vem sendo oferecida e pode continuar sendo buscada, de acordo com a Fundema.

“Depois das compras dos chips, deve aumentar a demanda no serviço público, mas estamos nos adequando para isto”, diz Aldo.

Assim que os aparelhinhos estiverem comprados, a Fundema vai divulgar regras para as pessoas procurarem a microchipagem pública. O serviço vai ser feito no Centro de Bem-estar Animal. O microchip é um aparelhinho que contém dados de identificação do animal, é pequeno (12 mm) e deve ser aplicado por veterinário em local apropriado, para evitar infecções e outros problemas nos animais domésticos.

Fonte: A Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui