Pesquisa aponta extinção de espécies no rio Paraíba do Sul (RJ)


Foto: Reprodução/ G1
Foto: Reprodução/ G1

Um estudo feito em São Fidélis, Norte Fluminense, apontou que 12% das espécies que vivem no rio Paraíba do Sul estão ameaçadas de extinção. O assunto foi discutido nesta quarta-feira (05), Dia Mundial do Meio Ambiente, no maior congresso científico do Norte do Rio.

O Rio Paraíba do Sul corta 180 cidades do estado, além de São Paulo e Minas Gerais. A situação foi agravada depois de desastres ambientais, como o derramamento de um bilhão de litros de resíduos químicos de uma fábrica de celulose em 2003.

Desde 2012, um projeto desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) monitora cinco pontos do rio entre Cantagalo e São Fidélis. O objetivo do estudo é avaliar a qualidade ambiental da região e investigar algumas espécies que vivem no local e que estão ameaçadas de extinção. Segundo o projeto, 17 espécies podem desaparecer.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>