Empatia

Uma gorila ficou famosa ao salvar um menino de três anos em Chigago (EUA)

Binti Jua ficou conhecida em 1996, quando um menino de 3 anos, num descuido dos pais, caiu no fosso dos gorilas no zoológico Brookfield, em Chicago.

No momento da queda, a criança bateu a cabeça e desmaiou. Naquele instante, começava o pânico entre os visitantes do zoológico. As pessoas começaram a gritar quando viram um gorila se aproximando, acreditando que ele pudesse machucar o bebê desfalecido. Ao contrário do que todos imaginavam, Binti Jua, que significa “Filha do Sol Nascente” em Swahili, chegou perto da criança e como uma mãe protetora, segurou-o no colo, afastou os demais gorilas presentes no fosso e se dirigiu até a porta pela qual os tratadores tinham acesso.

(Foto: Imagens Históricas)

Ali, parou e começou embalar a criança até que ouviu o barulho dos cuidadores abrindo a porta. Nesse momento, a gorila de 8 anos deixou carinhosamente o menino deitado no chão e se afastou para que pudessem prestar socorro.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Após o acontecido, iniciou-se um debate a respeito da ação da gorila Binti Jua; se se tratava apenas de um comportamento para o qual ela já fora treinada ou se era uma clara demonstração de empatia animal. As opiniões eram divergentes, entretanto, o primatologista Frans de Waal alegou que a atitude foi uma demonstração de empatia, algo já observado outras vezes no mundo animal, não apenas em meio a grupos de gorilas.

Fonte: Razões Para Acreditar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui