Casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt virou alvo de críticas da organização PETA


Depois de Beyoncé e Jay-Z lançarem uma cruel e criminosa linha de tênis com couro de animais exóticos, mais um casal americano está apoiando a exploração e a crueldade com animais. Depois de rumores sobre um casamento secreto no último Natal, Angelina Jolie e Brad Pitt estão buscando uma “decoração” nada usual, e pelo visto bem cruel, para finalmente oficializar seus laços matrimoniais.

Jolie e Pitt não estão poupando gastos para o grande dia e já gastaram cerca de R$ 90 mil reais só em flores silvestres, mas o que tem o repúdio de protetores e organizações pelo direito animal foi a ideia de posicionar elefantes e pôneis da raça Shetland como “parte da ornamentação”. Segundo a florista cerimonial Lucille Michele, a sugestão foi dos filhos. “Aparentemente, isso foi ideia das crianças do casal”, explicou.

A escolha contraditória dos atores já gera muitas críticas, já que o casal é famoso por sua colaboração para garantir os direitos humanos e animais. Brad é vegetariano há mais de 10 anos e Angelina já impediu que peles animais fossem usadas na produção de seus filmes. Ativistas, o casal já chegou a doar US$ 2 milhões para o Santuário da Vida Selvagem de Naankuse, na Namíbia, onde animais machucados ou órfãos recebem cuidados enquanto não estão pronto para voltar para a natureza.

A PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético aos Animais), se manifestou contrária a decisão através de um comunicado oficial. “Isso não combinaria com Angelina Jolie e Brad Pitt, um casal que valoriza claramente a família e doou milhões para proteger a terra e os animais selvagens na África. Eles provavelmente vão perceber que os elefantes usados como adereços em eventos e em outras formas de entretenimento são separados de suas famílias, mantidos acorrentados maior parte de suas vidas, levados de cidade em cidade, e maltratados. A PETA deseja ao casal tudo de melhor na sua vida juntos”.

Fonte: PurePeople


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>