Copel esclarece caso de cães desabrigados após desapropriação em Curitiba (PR)


(da Redação)

Cãozinho cego é um dos animais que estavam desaparecidos (Foto: Divulgação)

Conforme matéria publicada pela Redação da ANDA, nove cachorros teriam ficado para trás, em situação de desamparo, durante reintegração de posse no dia 20 de março, numa área da Copel – Companhia Paranaense de Energia, próxima ao Parque Barigui, em Curitiba (PR).

Após publicação do caso, a Copel enviou uma nota oficial à nossa Redação para esclarecer a situação.

De acordo com a nota enviada, a Companhia declara que os animais foram transportados com segurança para uma propriedade próxima à Serra do Mar, onde estão sendo devidamente alimentados e cuidados.

A Copel afirma, ainda, que não há animais desaparecidos e reforça o seu compromisso em permanecer cuidando, abrigando e alimentando os animais desalojados.

Felizmente, não há mais animais desaparecidos.

Leia a nota oficial da Copel, abaixo, na íntegra:

Com relação à destinação dos animais que estavam em uma propriedade da Copel no bairro Bigorrilho, em Curitiba (PR), que recentemente foi desapropriada com o amparo de uma decisão judicial, a Companhia esclarece que os animais estão em segurança em uma propriedade da Copel chamada Osso D’Anta, próxima à Serra do Mar, sendo alimentados e cuidados adequadamente.

A Copel confirma que houve a remoção dos animais do local no último dia 22 de março com o apoio do Centro de Controle de Zoonoses e Vetores da prefeitura de Curitiba. A entidade informou à Copel que não tinha lugar para abrigar os animais. Os cachorros foram transportados em caixas apropriadas em uma caminhonete. Ressaltamos a Companhia não apenas recolheu os animais como os destinou a um lugar seguro. Nenhum animal encontra-se desaparecido.

Os animais estão sendo tratados por empregados terceirizados pela Copel para cuidar da propriedade na Serra do Mar. A Companhia adquiriu ração suficiente para alimentá-los adequadamente por 15 dias. Caso os animais não sejam adotados neste período – já que na região há diversas chácaras –, a Copel se compromete em continuar acomodando e tratando os animais.

A Copel preza pela guarda responsável de animais e age sempre com respeito, responsabilidade e dentro da lei em qualquer situação que esteja envolvida. Produzimos campanhas educativas a fim de orientar os proprietários de animais para evitar acidentes de trabalho com mordedura canina.

A Companhia se coloca à disposição para acompanhar uma visita dos representantes da Sociedade Protetora dos Animais ao local onde os animais estão alojados.

Estamos disponíveis para mais esclarecimentos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>