Cachorra muito maltratada por carroceiro precisa de ajuda para tratamento, Santo André (SP)


Margarete Calef
fadalivia@gmail.com

Foto: Divulgação

Ontem, por volta das 18h30, consegui resgatar essa pobre cachorrinha. Tentei tirar fotos ontem mesmo, mas confesso que a minha mão tremia tanto que não consegui, indignação, raiva, revolta, tudo me passou pela mente naqueles momentos. Retirada de um infeliz carroceiro de nome Jair, do centro de Santo André, que teve a infelicidade de me conhecer, sabem por quê? Eu quase dei no cara, foi por muito pouco, mas amanhã eu já tomarei providências em relação a esse ser “humano” com toda a certeza.

Anita estava em uma casa que invadida, escondida no fundo e o infeliz a roubou alguns meses atrás, e quando  viu que ela foi ficando doente,  já não a queria mais. Eu a vi há meses na garagem dessa mesma casa, nem imaginava que tinha sido invadida, e ela estava linda e bem cuidada, imaginei que seria dos donos dessa casa, que não tinha placa de vende-se em lugar algum. Esse infeliz teve a capacidade de dizer para mim ontem que iria chamar a “carrocinha”. Ele é drogado, ladrão e nas horas vagas carroceiro, por muito pouco eu não avancei nesse vagabundo, muito pouco mesmo. Bem, eu realmente acredito que ele roubou essa cachorra, assim como fez com um pit bull em dezembro de 2010 que foi resgatado também. E detalhe: ele tem filhotes nessa casa invadida e com certeza terão o mesmo destino, assim que ficarem doentes irão ser descartados também.

Anita está em um estado deplorável, mas mesmo assim ela ainda quer brincar, ainda acredita no ser humano, espera que terá um lar com dignidade algum dia. E ela terá, eu prometo. A pobre Anita foi entregue como se fosse um saco de lixo, absolutamente descartável, sequer olhou para trás, pulou o muro da casa e se escondeu ali, como sempre faz. Esses infelizes que ficam com suas carroças usam os cães pra isso, só pra isso. Vendem, roubam, comercializam e pedem dinheiro, tudo para ser usado para drogas e bebida. Infelizmente, depois de vasta experiência com os infelizes carroceiros da Av. Firestone e adjacências, não posso pensar ao contrário.

Quem puder nos ajudar com o tratamento de injeções de Ivermectina, que começarão amanhã, depois dela ser tosada para a retirada do pêlo podre que sobrou, será muito bem vindo, vou conversar amanhã com a Dra. Juliana e ver quanto fica cada aplicação. Também será preciso ser castrada, ( isso se não estiver prenha). Ajudar Anita será muito bem vindo, pois no momento não posso arcar com mais esse gasto, nesse exato momento não será possível, diante dos últimos acontecimentos que tenho enfrentado.

Sim, eu resgatei sem poder, mas quem de nós deixaria de fazer o mesmo diante disso? Ela não é a primeira que retiramos dos carroceiros da Av. Firestone, e infelizmente não será a ultima. As imagens que registrei de Anita, hoje à tarde falam por si só, não tenho palavras.

Contato – Margarete fadalivia@gmail.com  TIM (011 )8477.04.86 –  Santo André – SP


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>