Governador de Iowa (EUA) proíbe vídeos investigativos que denunciam abusos contra animais


Por Natalia Cesana (da Redação)

Terry Branstad na contramão dos direitos animais(Foto: Brian Frank/Reuters)

O Estado de Iowa (EUA) aprovou uma lei que criminaliza quem, veladamente, registre um filme que retrate abusos contra os animais. As informações são da Twincities.

O governador republicano Terry Branstad assinou a lei na última sexta-feira, apesar dos protestos, cartas e campanhas lançadas no Twitter e Facebook por grupos em defesa dos direitos animais que normalmente utilizam estes vídeos para denunciar práticas cruéis.

A decisão de Branstad, entretanto, não foi surpresa. Iowa é líder em produção de carne de porco e ovos e o governador tem fortes ligações com a indústria agrícola. Ele assinou o documento em cerimônia privada e não deu nenhuma declaração sobre a medida.

Os governos de outros sete Estados – Illinois, Indiana, Minnesota, Missouri, Nebraska, Nova York e Utah – possuem leis que aumentam as penalidades contra aqueles que secretamente fazem filmes desse tipo, embora os esforços para que a determinação seja cumprida estejam paralisados em alguns locais. Mas a nova lei já está ganhando força em Iowa.

Quem filmar fazendas sem a autorização do proprietário será penalizado. A posse ou distribuição destes vídeos também serão consideradas um delito grave.

Grupos que defendem os direitos animais pedem ao governador Branstad que cancele a lei, pois ele ignora os fortes sentimentos públicos contra o tipo de tratamento dado aos animais.

John Weber, criador de porcos, afirma que a maioria dos fazendeiros não abusa ou maltrata os animais. Ele considera boa a nova lei. “Nos dará proteção de pessoas que entram em nossas fazendas fraudulentamente”, afirma.

Os criadores de Iowa têm se sentido sob ataque desde que ativistas divulgaram uma série de vídeos denunciando maus-tratos a animais, como porcos sendo espancados. O Estado possui 19 milhões de porcos em criadouros e 54 milhões de galinhas poedeiras confinadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR PROFUNDO

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA

NECROPSIA

SAUDADE

MAUS-TRATOS

FAMINTOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>