Águas-vivas perderam ferrões ao longo dos anos devido a habitat sem predadores em lago do Pacífico


(Foto: Kevin Davidson/Caters)

Mergulhar em um local infestado de águas-vivas pode ser um pesadelo para qualquer um, mas existe um lago marinho onde os turistas podem fazê-lo sem medo de ser atingidos.

No lago Jellyfish no arquipélago de Palau, no Pacífico, os animais foram ao longo dos anos perdendo seus ferrões, tornando-se inofensivos aos humanos.

O lago foi no passado ligado ao Oceano Pacífico, mas quando o nível do mar baixou, as águas-vivas ficaram isoladas no local, rico em alimentos como algas. Sem risco de predadores, a população de águas-vivas aumentou bastante. Atualmente há cerca de 8 milhões delas no lago.

O Jellyfish é o único dos lagos marinhos de Palau aberto ao turismo. Ele fica na ilha de Eil Malk, acessível por uma trilha a partir da praia.

O fotógrafo Kevin Davidson, dono de uma pequena loja em Palau, capturou atividades de turistas no lago.

(Foto: Kevin Davidson/Caters)

Veja mais fotos aqui.

Fonte: IG


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>