Biólogos acham mais de 100 tipos de pássaros em área urbana em Maringá (PR)


Plantio de árvores é positivo para atrair mais espécies, diz bióloga

Pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e do Centro Universitário de Maringá (Cesumar) já catalogaram mais de 100 espécies diferentes de pássaros em áreas urbanas da cidade, que fica no norte do Paraná. A maior parte dos pássaros encontrados estava nos campi das duas instituições. O objetivo da pesquisa é identificar as espécies que melhor se adaptaram às mudanças climáticas.

Para os biólogos foi uma surpresa encontrar tantas espécies em uma área urbana. Mas nos campi das universidades, as aves podem encontrar comida e água com certa facilidade. Isso fez com que algumas espécies fossem encontradas pela primeira vez na região. Dentre essas espécies estão os periquitos e o beija-flor tesourão.

Outro pássaro, conhecido como choca-barrada, também não costuma ser encontrado na cidade. Essa ave chama a atenção pela grande diferença na plumagem do macho e da fêmea. Alguns desses animais, inclusive, já montam ninhos nas árvores das universidades.

Para a bióloga Evanilde Benedito, o plantio de árvores tem sido positivo não só para atrair os pássaros. “[O plantio de árvores] fornece um serviço ambiental”, afirma ela ao lembrar, ainda que essas aves são também polinizadoras.

Fonte: TN On Line


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>