Homem que jogou ácido em cadela no DF se apresenta à polícia


Foto: Reprodução/G1

Um homem se apresentou nesta segunda-feira (27) em um delegacia do Gama, no Distrito Federal, e admitiu ter sido o autor dos maus-tratos a uma cadela, na terça-feira de carnaval, informou a polícia. O animal sofreu queimaduras no olho direito e no corpo provocadas por um produto corrosivo. O homem teria dito aos policiais que jogou na cadela um líquido que ele imaginava ser água.

Segundo a polícia, o rapaz trabalha em um supermercado próximo da residência dos tutores da cachorra. Aos policiais, o rapaz explicou que o animal costumava comer frangos no açougue do supermercado.

Após prestar depoimento, ele foi liberado. A polícia encaminhou o inquérito para o Ministério Público. Se for condenado, ele pode pegar até um ano de prisão por maus-tratos a animais.

A veterinária Jeandra Ferraresi que fez o primeiro atendimento no animal disse que o produto jogado na cachorra pode ter sido soda caústica ou algum outro tipo de ácido. Apesar da gravidade dos ferimentos, a veterinária disse que o animal vai se recuperar.

Assista aqui ao vídeo da reportagem.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>