Espécie de camaleão é descoberta com ajuda do Google Earth


(Foto: Reprodução/Super)

O cientista inglês Julian Bayliss, da organização Mulanje Mountain Conservation Trust, acaba de identificar uma nova espécie de camaleão em Moçambique, na África, graças às imagens de satélite do Google Earth.

Isso porque, enquanto usava a ferramenta para explorar a floresta de Mount Mabu, no norte do país, Bayliss encontrou uma mancha bastante suspeita nas imagens do Google Earth e decidiu organizar uma expedição científica para analisá-la.

A aventura deu certo: após quatro dias de exploração na floresta – que tem sete mil hectares de cobertura vegetal –, Bayliss descobriu que a mancha que encontrou no Google Earth se tratava de uma nova espécie de camaleão, batizada de Nadzikambia baylissi, em homenagem ao cientista.

Agora, a preocupação dos especialistas é com a sobrevivência do animal, que mal foi descoberto e já pode estar ameaçado de extinção. Isso porque, por ser muito pequeno e frágil, o camaleão é altamente suscetível às mudanças climáticas e, também, à ação do homem, que atualmente explora a pequena área de floresta onde o animal vive, para caça e produção de madeira. Será que ele aguenta a pressão?

Fonte: Super


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

GOIÁS

NOVA JORNADA

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>