Número de abandonos de animais cresce em feriados prolongados


Animais foram abandonados em uma casa no Francês (AL) sem água e comida. Vizinhos estão cuidando fechar (Foto: Divulgação)

O número de abandono de animais sempre cresce em época de feriados prolongados e neste Carnaval não foi diferente. A ONG Grupo Vida Animal de Maceió (GVAM) durante esses dias registrou diversas chamadas de denúncias, e pede ajuda da população Maceioense para atender todas as necessidades.

“Sempre que um feriado logo se aproxima o número de abandono aumenta. O tutor quer viajar, não tem com quem deixar o animal, aí o que el faz, ou solta, ou deixa preso dentro de casa, abandonado”, lamentou Luceli Mergulhão, voluntária do GVAM.

De todas as chamadas recebidas pelo GVAM, um caso chamou a atenção da ONG. Moradores da Praia do Francês entraram em contato com os voluntário do GVAM, depois que constataram o abandono de duas cadelas em uma casa no Francês.

Segundo os vizinhos dessa casa, os animais estão a mais de um mês sozinhos, sem tomar banho e passando por necessidade.

“Elas só estão comendo, por que uma vizinha vem colocando comida”, explicou Luceli. “Mas elas precisam ser tiradas de lá com urgência, pois a casa se encontra abandonada e os ratos e outros bichos estão disputando a comida com elas duas”, lamentou a voluntária.

De acordo com Luceli, as cadelas se tratam de uma Shar-Pei e outra sem raça definida. A ONG conta com a solidariedade das pessoas para encontrar pelo menos um lar temporário para os animais, para tirá-las do total abandono.

“O caso é grave e urgente, contamos com todos que puderem ajudar”, pediu Luceli. Para entrar em contato com ONG, bastar ligar para aos números (82) 9625.3013, (82) 8888.6570 e (82) 9314.1404.

Por ser mestiça, a tutoranão quer mais a cadelinha de apenas 2 meses (Foto: Divulgação)

Abandono de Animais – Jacintinho

Mais um caso de crueldade contra animais. De acordo com o GVAM, uma cadelinha mestiça de apenas 2 meses será jogada na rua pela tutora.

“A tutora disse que ganhou um dobermann e ela [a cadelinha] é ‘apenas uma mestiça’”, explicou Luceli. “Como se a raça fosse o mais importante”, lamentou.

Ainda de acordo com a ONG, a tutora da cadelinha deu um tempo até que a ONG encontrasse outro lar para o animal, caso contrário o animal será descartado nas ruas do bairro do Jacintinho.

“Ela esta em uma casa que não a querem, situação dela é muito ruim, pois está jogada pelos cantos sem cuidado nenhum”.

Quem puder ajudar, entre em contato com o GVAM.

(Foto: Divulgação)

Adoção – Filhotes de Labrador

Quem pretende ter um cãozinho amável, dócil, bricalhão, carinhoso, nada melhor do que um Labrador. “Dedicação e apego são marcas registradas da raça, assim como a inteligência e a facilidade de aprendizado”.

O GVAM colocou para adoção dois filhotes de Labrador, com apenas dois meses de vida.

Os interessados basta entrar em contato com GVAM.

Fonte: Primeira Edição


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO

"AQUECIDOS"


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>