Policiais da Delegacia da Taquara (32° DP) foram chamados na noite desta segunda-feira (16) por moradores da rua Trinca Ferro, na Taquara, zona oeste do Rio, para investigar a morte de cachorros em uma residência do bairro.

Segundo moradores, não é a primeira vez que animais aparecem mortos na região. Foto: André Paino / R7

De acordo com Hirlene Silva, proprietária de um estabelecimento comercial, seis animais mortos estavam dentro de um saco plástico em frente a uma casa.

– Duas senhoras moram nesta casa. Existem mais de 30 cachorros lá dentro e toda semana aparecem alguns mortos. Na semana passada tinham três, hoje foram seis.

Hirlene conta que a senhora tem problemas psiquiátricos e sempre arruma confusão com a vizinhança.

– Outro dia eu tirei uma tesoura da mão dela porque ela queria matar a irmã. Precisamos internar essa mulher. Já chamamos diversas vezes o Samu, mas eles dizem que não podem internar ela sem que alguém da família faça o pedido.

Os vizinhos contam ainda que os cachorros que vivem com ela são maltratados, desidratados e têm muitas doenças.

A idosa Sara Maciel, de 71 anos, dona dos animais, nega as acusações e diz que os cachorros morreram por causa de forças espirituais.

– Os espíritos jogaram fogo neles e começaram a ficar doentes. Eu não matei eles, não faria isso.

Revoltados, os vizinhos colocaram os cachorros mortos de volta para dentro da casa de dona Sara.

Por volta das 21h45 desta segunda-feira a perícia da Polícia Civil foi até o local, mas não puderam realizar os exames nos animais porque a dona Sara não abriu a porta para eles.

– Os vizinhos colocaram os cachorros novamente dentro de casa. Se ela não quer abrir a porta, não podemos invadir e assim não temos como saber como os cachorros foram mortos.

Fonte: R7

8 COMENTÁRIOS

  1. Meu Deus esta tudo errado estas pessoas acham q ter do e colocar os coitadinhos para dentro de casa é ajudar ,depois fazem isso,eu acho na minha ignorancia,q as ongs deveriam olhar mais por este q tem casa(sei q são muitos )mas vai ser o jeito,imagine quantos não tem por ai nos fundo dos quintais

  2. Coitadas das ongs,mal conseguem se manter…sempre estão implorando por ração,por ajuda,semana passada mesmo recebi um e-mail da ong Cão sem dono, um e-mail desesperador,e ainda tem gente que acha que as ongs poderiam fazer mais, que DEVERIAM fazer mais.

    A parcela da sociedade que diz TANTO que ama deveria ser menos omissa, e muito facil dizer que ama e jogar a bucha para os outros,protetor também tem família,também tem que cuidar de filho,tbm trabalha fora igual a maioria de vcs,portanto QUALQUER um pode ser protetor,basta tem um pouco de boa vontade, qualquer um pode acionar a polícia militar em caso de maus tratos, qualquer um pode chamar os bombeiros caso algum animal esteja correndo perigo.
    QUEM já esta na proteção a tempos esta até o talo de caso, então povo vamos se mexer, vamos pesquisar na internet como se procede nesse casos, vamos informar nossos amigos e parentes…vamos fazer algo realmente útil para os animais , eles precisam de ATITUDE e não de comentários sem coerência.

    Pronto falei….

  3. PEPEPEraêê…Ela é doida é?INTERNA então!Coloca numa instituição psiquiatrica….A polícia não fazer nada com pena da velhinha?E se essa louca matar uma criança?Independente,ela tem que ser punida…É lei..Ela praticou um crime,e até onde eu sei,CRIME É CRIME!!