Foto: Reprodução

Se as pessoas adoram as festas de final de ano e aguardam ansiosas a noite de Réveillon, a sensação não se repete com os animais. Nessas datas, é comum ouvir o barulho de fogos e rojões, o que causa muito medo nos animais. Diferente do que se pensa (que o barulho dói nos ouvidos animais), o que incomoda na verdade é a sensação de perigo que eles sentem quando ouvem sons muito altos.

Para aumentar a segurança dos animais domésticos, a veterinária Paula de Alvarenga tem dicas. Segundo ela, o ideal é distrair o cachorro com petiscos ou seus brinquedos favoritos. “Deixá-lo em um local tranquilo em que ele possa se esconder também é uma boa opção para que ele se sinta seguro”, orienta a médica.

Se o cão demonstrar medo, o tutor deve sempre manter uma postura que transmita ao animal a sensação de segurança. Por mais que se tenha pena, segundo a especialista, não se deve abaixar para confortar o cãozinho, pois ele entenderá que o tutor também está com medo e ficará pior.

Outra dica importante é tomar cuidado com as fugas. O animal assustado pode tentar escapar e acabar se machucando. Para evitar isso, é preciso atenção com o local onde ele vai ficar escondido e com tudo o que está em volta para que ele não se machuque. “Também é importante deixar o animal com uma coleira de identificação e o telefone do tutor. Caso ele fuja, alguém pode encontrar e devolver”, finaliza a veterinária.

Exemplos

A sensação de perigo faz com que cachorros da cidade se machuquem na tentativa de se salvar. Foi o que aconteceu com Napoleão, cachorro da fisioterapeuta Giovana de Cássia Mori, de 23 anos. O mestiço de Fila e Boxer tem muito medo de rojões e estava sozinho na final do Campeonato Brasileiro, quando o Corinthians foi campeão.

Ao ouvir o barulho, assustou e quis entrar na casa, mordeu e arranhou tanto a porta de madeira que machucou as patas e a boca. Ele não teve ferimentos graves. “Hoje em dia, temos de prendê-lo em casa quando sabemos que vão soltar rojão, senão ele morre de medo e fica todo agitado”, explica Giovana.

O caso da aposentada Maria do Carmo Vasques de Miranda Delbon, de 49 anos, foi mais grave. Sua cachorrinha Dolly morreu após tentar ultrapassar um portão assustada com o barulho dos fogos do Réveillon no ano passado. “Ela era uma pequinês de quatro anos e tinha muito medo quando soltavam fogos. Quando viajamos, ela tentou passar por baixo do portão e ficou presa pelo quadril”, recorda.

Hoje em dia, Maria do Carmo tem mais três cachorros da mesma raça – uma delas é filha da Dolly – e todos têm medo de barulho. Para evitar que o acidente se repita, a família prefere manter os animais dentro de casa. “A gente fica perto deles e, assim, eles não ficam com muito medo, porque se sentem protegidos. Aí não tem problema e eles não se machucam”, completa Maria.

Fonte: EP Araraquara

24 COMENTÁRIOS

  1. TENHO ATÉ RAIVA DESTES FOGOS, POIS NOSSOS CÃES DENTRO DE CASA COM A GENTE JUNTO DELES JÁ É DIFÍCIL PROTEGER, POIS ELES TREMEM MUITO, PARECE QUE VÃO ENFARTAR, PELO MENOS MINHA CACHORRINHA( UMA DELAS) FICA MAL MESMO, AGORA IMAGINA OS QUE VIVEM NAS RUAS, SEM ENTENDER O QUE ESTÁ ACONTECENDO, PRA ELES É COMO SE A CIDADE ESTIVESSE SENDO BOMBARDEADA, E CORREM DESESPERADO PELAS RUAS É ONDE EM GRANDE PARTE DAS VEZES SÃO ATROPELADOS….

  2. Umas colheradas de chá de flor de laranjeira podem ajudar. Não pode exagerar pois esse fitoterápico tem como efeito colateral a condição de sobrecarregar o sistema hepático se consumido em excesso. Portanto, cuidado.
    O ideal é começar já de manhã, isso ajuda ao cãozinho ir relaxando. A dosagem varia de tamanho pra tamanho. Os Mini devem usar a colherinha de café como medida, os pequenos e magrinhos a mesma coisa. Os pequenos mas robustos podem usar a colher de chá. Os médios robustos podem usar a colher de sobremesa, se for magrinho mantenha a colher de chá. Os grandões podem usar a colher de sopa.
    O ideal é que não seja aplicada doses em intervalo menores de 3hs.
    Conforme o organismo do seu bichano pode ser que ele até durma um pouco, fique sonolento, mas o que se predente não é isso, mas sim que fiquem acordados mas relaxados.
    Bom fim de ano pra todos!!!

  3. Eu tinha um amiguinho que também morria de medo de fogos,no fim de ano ele sempre ficava perto de nós na sala e ás vezes até chorava,então dávamos um calmante homeopático(passiflora) para acalmá-lo.Mas infelizmente aconteceu o mesmo fato e eu não estava em casa para acudi-lo,foi em uma festa junina(estava trabalhando) e o meu querido amiguinho acabou falecendo na porta da casa de meu irmão.Até hoje sinto muita falta dele,pois passamos por muitas lutas juntos,mas em todas sempre saímos vitoriosos,mas infelizmente nessa saímos perdendo.

  4. DOS MEUS SEIS FILHOS PELUDOS,UM TEM TANTO MEDO,TREME TANTO, A RESPIRAÇÃO FICA TÃO OFEGANTE, QUE FALTA É TER UM TROÇO…EU TENTO ACALMÁ-LO COLOCANDO-O NO COLO,FAZENDO AFAGOS,MAS NEM ASSIM ELE CONSEGUE SE ACALMAR LOGO,SÓ ELE É ASSIM…TENHO TBM UMA GATINHA,ESSA É UMA TRANQUILIDADE SÓ,SE ESTIVER DORMINDO CONTINUA,Ñ ESTÁ NEM,AÍ,É UMA VERDADEIRA LADY!!!! OBRIGADA PELAS DICAS,VOU COLOCA-LAS EM PRÁTICA!!!UM FELIZ 2012,TUDO DE BOM,HJ E SEMPRE!!! :-)) PS:ESTOU ESCREVENDO C/ ELE NO COLO…rsrs FAZER O Q !?…

  5. Com certeza essa postura dos tutores ajuda muito. Quando passamos a colocá-la em prática, não tivemos mais problemas com nossos 11 cães e 7 gatos. Toda virada de ano, ou datas nas quais soltam muitos fogos, eu e meu marido nos sentamos em um cômodo da casa, ligamos um a música calma e mantemos uma postura de tranquilidade e liderança. Todos sentam ou deitam pertinho e ficam ali até os fogos acabarem, com medo, mas sem pânico, brigas ou fugas. Uma feliz virada de ano pra todos!!!!

  6. Tenho 7 aqui comigo, aliás são eles a minha única companhia nessa virada!! E desde agora já estão começando a soltar fogos aqui e mmo eu já tendo seguido todas essas dicas dos amigos…eles ainda estão muito nervosos aqui comigo e com muito medo tb!! Fico pensando que se os meus amorzinhos já estão assim, como não devem estar os coitadinhos abandonados nas ruas,,,como disseram antes: prá eles deve parecer que a cidade está sendo bombardeada!!! É terrível isso!!!

  7. Tenho 2 cachorros. Um deles fica apavorado. Tenho que deixa-lo dormir dentro de casa nestes dias. mas mesmo assim ele fica com medo. Queria saber se tem algum medicamento que poderia ser dado a ele, mas que não fosse um sedativo que pudesse fazer mal. Tenho muito medo do que pode acontecer quando eu não estou em casa, pois ele faz de tudo apra entrar me casa em dias de chuva e de fogos e bombas. Quanto ao comportamento dos donos em relação a eles, já vi que não faz diferença se tento acalma-lo ou fico tranquila como se nada estivesse acontecendo. Ele é um animal e age como tal. Não “raciocina”. Então nãoa dainta tentar conforta-lo. Ele continua muito assustado. O que procuramos fazer é ficar tranquilos e deixar que ele tenha acesso a toda casa, indo para onde se sentir melhor. Mas isso não resolve…

  8. Meu cachorro têm muito medo de rojões ou fogos de artífio ele já pulou a janela ais graças a Deus ele não conseguiu fugir pois o portão estava fechado e minha irmã viu e colocou ele para dentro mais quando parou o foguete colocamos ele para fora mais não adiantou ele bateu na porta até ferir as patas e até hoje ele tem medo de fogos de artifício e rojões e queria saber como fazer para ele ficar bem calmo,e que ele não fuja que tipo de remédio dou ele para ele parar de ter medo e não fugir?