Homem que violentou cachorro pega 10 anos de prisão no EUA


(da Redação)

Ao contrário da Justiça brasileira, cujas leis não punem com o devido rigor os crimes cometidos contra os animais, a corte dos EUA aplica penas severas a quem pratica violência, maus-tratos  aos animais.

Imagem que mostra o agressor Robert Edwards De Shields foi divulgada pelo site do Los Angeles Times

A promotoria de Sacramento, Califórnia condenou o americano Robert Edwards De Shields a dez anos de prisão por violentar um cão da raça chihuahua, informou a AFP. Shields, que está em uma cadeira de rodas, foi considerado culpado em novembro passado pela violência sexual contra o chihuahua de oito meses da família que o acolhia.

Além da pena de prisão, Shields será inscrito, pelo resto da vida, no registro de delinquentes sexuais.

O animal, que sobreviveu após um tratamento intensivo, apresentava sinais de estrangulamento e ferimentos internos.

Shields, viciado em metanfetamina, após ser libertado não poderá viver próximo a escolas ou qualquer outro local de reunião infantil, e levará um sistema de monitoramento eletrônico.

Nota da Redação: A justiça brasileira precisa seguir o exemplo de outros países e avançar em suas leis. A violência precisa ser punida independente contra quem ela é cometida.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>