Cão que passou 12 horas enterrado em SP passará por cirurgia


A veterinária Viviane Cristina da Silva disse nesta quinta-feira (8) que é grave o estado de Titã, o cãozinho de quatro meses que passou mais de 12 horas enterrado em Novo Horizonte (399 km de SP). O cão está na clínica veterinária Ama (Assistência Médico Veterinária).

Filhote de vira-lata está debilitado e recebe atenção especial (Foto: Divulgação)

Ela disse que o resultado de um hemograma apontou que o filhote está com infecção de pele e com anemia acentuada. Há riscos de que a infecção se agrave. “Estamos fazendo tudo o que é possível para que ele fique bem.”

O cão teve ainda uma úlcera de córnea no olho direito. “Não tenho esperanças de que ele volte a enxergar desse olho, mas com o olho esquerdo está tudo bem”, afirma Silva. O cãozinho deverá passar por cirurgia no olho nos próximos dias. Ele deve permanecer internado por pelo menos 15 dias. A cirurgia será feita na clínica da veterinária Viviane, em Novo Horizonte.

Na terça-feira (6), a Associação Mão Amiga recebeu uma denúncia de maus-tratos e o vice-presidente da entidade, Alexandre Rodrigues, saiu para apurar.

Nenhum animal foi encontrado na casa do suspeito, que alegou que o cão havia fugido. Em conversas, porém, vizinhos disseram suspeitar que o homem havia enterrado o filhote, pois já havia feito isso com outro cão.

O protetor de animais foi embora, mas, como a história não saía de sua cabeça, acabou voltando na manhã seguinte à casa do suspeito. Ele percebeu uma porção de terra remexida, resolveu entrar, e acabou desenterrando o filhote ainda vivo.

“Quando eu soube, não quis acreditar que era verdade. Não entendo como um ser humano chega a esse ponto”, disse Marco.

O cachorrinho estava quase sem pelos, desnutrido, e com ferimentos nos olhos –ainda corre risco de ficar cego. Ele foi levado para um clínica veterinária, onde deve ficar em tratamento por ao menos 15 dias.

“As pessoas estão contribuindo, uma dá R$ 10, outro dá R$ 20, outro dá mais. Vai ficar um valor meio alto, e não temos condições de bancar tudo”.

No estabelecimento, os funcionários começaram a chamar o vira-lata de Titã.

De acordo com Marco, a associação registrou um termo circunstanciado na polícia, que vai investigar o caso e convocar o antigo dono do animal a prestar depoimento.

Após o resgate do filhote, o suspeito teria dito que o enterrou por estar sofrendo com problemas de saúde.

Doação

Pelo menos sete pessoas estão aguardando ansiosas qual será o futuro de Titã. São os candidatos a adotar o animal. Jonga Madureira, de 30 anos, publicitário, morador na zona sul da capital paulista, é um deles. “Estou disposto a cuidar e adotá-lo. Além disso, pagar todas as despesas de viagem e do tratamento. Tenho dois cachorros e uma chinchila. Eu e minha noiva adoramos animais. Foi impressionante o que fizeram com esse cachorro em Novo Horizonte”, contou.

Colaboração

Quem quiser colaborar com Titã e com a Associação “Mão Amiga”, o número da conta é: Caixa Federal, agência 0801 e conta-corrente 003-864-7. O nome Titã significa “filho da terra” ou “salvo da terra”. Ele já é considerado símbolo de coragem para os moradores da cidade.

Com informações da Folha de São Paulo e G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>