Sacãolinha arrecada 630 kg de ração para animais vítimas do abandono


Foto: Reprodução/Diário do Grande ABC

A campanha Sacãolinha de Natal, promovida por protetores de animais independentes em São Caetano (SP), arrecadou 630 quilos de ração para cães e gatos. Também foram doadas vasilhas para comida, material de limpeza e higiene. A distribuição para as entidades que cuidam de animais abandonados foi realizada ontem pela manhã, no Espaço Verde Chico Mendes, na cidade.

Serão beneficiados pela campanha cerca de 150 animais, que foram abandonados e estão sob cuidado de ONGs e protetores. Entre as instituições que receberam os alimentos e materiais estão a Ajudanimal, Clube dos Vira-Latas, Associação Protetora de Animais de São Caetano do Sul e Humaninal. Aproximadamente 50 doadores integraram a iniciativa.

“Durante o inverno deste ano realizamos quatro mutirões na madrugada para arrecadar ração, cobertores e medicamentos para os animais abandonados. A Sacãolinha de Natal é o encerramento das atividades deste ano”, destaca a coordenadora do Grupo de Trabalho de Proteção Animal do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Andréa Brock, idealizadora do projeto.

A ideia é realizar segunda edição da Sacolinha de Natal em 2012. “Este foi o primeiro ano e houve pouca divulgação do trabalho, apenas na internet. Nosso objetivo é ampliar a propaganda e triplicar as doações no próximo ano”.

Solidariedade

Para a advogada Valéria Bruxino, 37 anos, presidente da ONG Arca de Noé, de São Caetano, os 100 quilos de ração recebidos são muito bem-vindos. A entidade auxilia aproximadamente 1.000 animais abandonados com assistência veterinária e promove regularmente feiras de adoção.

“Nós precisamos muito de qualquer ajuda para alimentar os animais que recebemos. Todos os meses temos um gasto entre 300 e 500 quilos de ração. Infelizmente não conseguimos atender toda a demanda”, explica.

Segundo o publicitário Sérgio Déa, 50, um dos voluntários da Apascs, nesta época do ano o número de animais abandonados cresce devido às festas. “As pessoas vão viajar e largam seu animal na rua. Por isso precisamos muito de doações para não deixar de atender nenhum caso que apareça”.

A instituição recebe cerca de 120 animais por mês. Também realiza encaminhamentos para consultas veterinárias com desconto para famílias carentes que vivem na região.

Fonte: Diário do Grande ABC


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>