Nova espécie de perereca é descoberta em MG


Foto: Divulgação

Uma nova espécie de perereca que só existe no Pico do Itambé, na Serra do Espinhaço (norte de Minas Gerais) está sendo descrita pela pesquisadora Izabela Barata, da ONG Instituto Biotrópicos.

Trata-se de um animal minúsculo, que não chega a ter mais de 2 centímetros de comprimento. “No começo, chegamos a achar que os animais que vimos eram jovens, mas então observamos que eram adultos”, explica Izabela.

Foi numa reunião do Plano de Ação Nacional das Espécies de Anfíbios e Répteis da Serra Espinhaço, em setembro, com presença dos especialistas na região, que se concluiu que se tratava mesmo de uma espécie ainda não descrita.

Bromélia

Essa perereca vive apenas dentro de um tipo específico de bromélia encontrada no Pico do Itambé, a partir de 1.900 metros de altitude. Como é uma região relativamente seca, é na bromélia que o anfíbio encontra a água que precisa para viver e se reproduzir.

Seus hábitos alimentares ainda não puderam ser observados, mas a pesquisadora acredita que, assim como outros animais semelhantes, ele se alimente de invertebrados que vivem na mesma planta.

Foto: Divulgação

Seu habitat é tão restrito que a perereca já será cadastrada como uma espécie ameaçada de extinção. “Os ambientes de altitude serão os mais afetados pelas mudanças climáticas”, diz Izabela. A presença humana, como de coletores de bromélias, também pode ameaçá-la.

De acordo com a pesquisadora, o processo de descrever o animal para que seja oficialmente catalogado como uma nova espécie ainda demora entre um e dois anos, e inclui uma análise de DNA para identificar com quais outras variedades eles mais se parece.

Fonte: EPTV


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO

DESGOVERNO

CONSERVAÇÃO

BONDADE

DEMANDA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>