Cão que foi enterrado vivo é resgatado após passar 40 horas dentro da terra


Por Natalia Cesana (da Redação)

Jerry é encontrado após 40 horas (Foto: Ansa/Filippo Venezia)

Um cachorro foi enterrado vivo em uma cova de meio metro, em Desenzano, norte da Itália. O animal, que ficou 40 horas nessa situação terrificante, mas felizmente foi resgatado pela polícia local. Com as próprias mãos, os policiais escavaram a terra e o cascalho até que encontraram Jerry, agonizando e com os olhos cobertos com uma atadura. O tutor foi denunciado. As informações são do jornal italiano Lastampa.

Os agentes da polícia foram avisados por uma pessoa que, enquanto passava na zona rural da cidadezinha, ouviu o ganido de um animal na direção de um monte de escombros. Em poucas horas o tutor foi identificado, que admitiu ter enterrado o animal porque pensava que ele estava morto. O homem foi denunciado por maus-tratos de animais e o cachorro não está em perigo; dentro de alguns dias será levado para o abrigo de Desenzano.

“Este é um fato grave, sem precedentes, que infelizmente confirma que, apesar dos avanços alcançados pelo nosso país em matéria de tutela e proteção animal, continua a existir bolsões de incivilidade, de ignorância, de crueldade e de intolerância”, disse a presidente nacional da Associação Nacional de Proteção Animal (ENPA), Carla Rocchi.

“A ENPA entrará com processo civil contra o tutor. Espero que essa pessoa seja punida exemplarmente, pois a nossa consciência e a de nosso país não pode aceitar que episódios tão horríveis como esse continuem a ocorrer”, completou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>