Polícia localiza homem que arrastou rottweiller, em Piracicaba (SP)


Foto: Reprodução

A Polícia Civil localizou na tarde desta quinta-feira (3) o tutor do rotweiller que foi arrastado por um carro por pelo menos 1 quilômetro de distância na tarde de quarta-feira, no bairro Alto, em Piracicaba (SP). O mecânico Claudio César Messias, que conduzia a caminhonete na ocasião, disse ao EP Piracicaba que o ocorrido foi ‘um acidente’. Ele foi ouvido na delegacia e liberado em seguida.

Em depoimento no 2º Distrito Policial, Messias afirmou que passeava com o cão, que teria pulado da carroceria da picape sem que ele notasse. “Só percebi que estava arrastando ele, quando um motoqueiro me parou e avisou. Fui embora porque achei que ele tivesse morrido, me deu um branco, um desespero e saí”, falou.

O delegado Wilson Sabino informou que será feita perícia na caminhonete e na corda que o pretendia e, em seguida, as testemunhas serão ouvidas. “Vamos ver se há divergência entre o que ele disse e o relato das testemunhas. A princípio, o que eu penso é que é preciso ter cautela com os animais domésticos. Se ele queria passear com o cão na caminhonete, deveria se cercar de cuidados maiores”, disse o delegado.

O mecânico vai responder por prática de abuso a animais, crime previsto no artigo 32 da Lei de Defesa ao Meio Ambiente. Ele aguarda o correr das investigações em liberdade, já que não houve uma situação de flagrante. Caso seja condenado, a pena pode chegar a um ano de prisão, além de multa.

Protesto

O mesmo grupo que organizou um protesto na tarde desta quinta, na Praça José Bonifácio, também foi à porta do distrito e, na saída de Messias do local, houve gritos de protesto dos manifestantes, que se revoltaram contra a versão do mecânico de que não notou. “Você não sabia de nada, mas nós sabemos”, gritou a diretora da Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA), Laís Stella Rabelo.

Fonte: EP Piracicaba


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>