Atingido por um raio, inglês diz ter sido salvo por cachorro


Foto: Reprodução/Daily Mail

Um inglês atingido por um raio disse ter sido salvo pelo seu cachorro, que o guiou de volta para casa, informa o tabloide “The Sun”.

Ian Thomas, 64, foi atingido nos pés pela descarga elétrica que o jogou no chão. Ele ainda estava tonto e confuso quando foi alcançado pelo seu schnauzer Monty, que veio correndo ao encontro dele.

O cão e cinco anos o guiou de volta para casa, a cerca de 100 metros de distância. A esposa de Ian o levou imediatamente a um hospital.

Prefeito da cidade de Redruth, Ian foi atingido pelo raio quando fazia a sua caminhada diária para alimentar as galinhas, carneiros e um burro que mantém na propriedade da família.

Ele estava levando uma bacia de metal e a descarga elétrica passou entre o recipiente, sua cabeça e sua mão. Ele escapou de uma morte instantânea porque estava usando sandálias de borracha, mas demorou de 15 a 20 minutos para recobrar a consciência.

Ian contou que costumava gritar por ‘socorro’ ao cachorro durante as caminhadas quando está com falta de ar, que sempre vem ao seu encontro.

“Esse foi um caso de ‘socorro’ e lá estava ele, graças a Deus. Eu só confiei na minha intuição”, contou o prefeito ao diário inglês.

A esposa de Ian, Sharen, disse que achou que ele tinha sofrido um ataque cardíaco quando ele entrou em casa e desmaiou. Mas depois de uma série de exames no hospital, médicos descobriram que ele foi vítima de um raio.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EMPATIA

AMOR

CRUELDADE

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>