Milhares de pintinhos confinados em granjas morrem atingidos por chuva de granizo no PR


Animais estavam em duas granjas na cidade de Piraí do Sul (PR).
O município é o maior criador de aves dos Campos Gerais com 320 granjas.

A chuva de granizo que caiu sobre a cidade de Piraí do Sul, na região dos Campos Gerais, no Paraná, provocou a morte de 15 mil pintinhos na quinta-feira (6).

Os animais estavam abrigados em duas granjas, mas com a intensidade da chuva o telhado foi danificado e os pintinhos foram atingidos pelas pedras de gelo.

O município de Piraí do Sul é o maior criador de aves da região, com 320 granjas.

Vala onde foram jogados milhares de corpos de pintinhos (Foto: Reprodução de vídeo/G1)

Os animais da propriedade do produtor Elizeu Vedan tinham nove dias de vida. Os sobreviventes foram transferidos para outras granjas da região. Na propriedade de Maria Lindair Ribas dez mil pintinhos morreram e uma vala foi aberta para enterrar os animais.

A chuva de granizo atingiu pelo menos 50 aviários de Piraí do Sul.

Com informações do G1

Nota da Redação: A notícia está sendo divulgada por demais veículos de imprensa com ênfase nos prejuízos financeiros sofridos pelos criadores de animais. Não se fala no sofrimento pelo qual passaram esses milhares de filhotes atingidos pelo temporal. A bem da verdade não há como dimensionar qual seria a maior dor para estes animais: morrer esmagados por pedras de gelo ou moídos numa máquina trituradora, ou ter seus bicos cortados sem anestesia, crescer confinados e empilhados em minúsculas e imundas gaiolas, durante dois a quatro anos, sem jamais saírem para ciscar o chão, receber um raio de luz solar, esticar as asas, chocar seus ovos. No confinamento total, a única função que exercerão, à revelia de sua natureza, é botarem ovos sem parar, até que a descarga hormonal se esgote completamente.  O veganismo é a solução para interromper essa cadeia de crueldade sem fim para os animais criados para consumo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>