Economia da crueldade

Orgulho de quê? Barretos torna-se capital nacional do rodeio

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Segundo o website da Globo, Dilma Roussef sancionou na quinta-feira (15) uma lei que confere à cidade de Barretos, no interior paulista, o título de “Capital Nacional do Rodeio”, mais um daqueles projetos de leis inúteis com os quais o nosso vergonhoso legislativo gasta o seu oneroso tempo e nosso dinheiro.

Barretos é sede do principal rodeio no Brasil que é realizado na cidade há 56 anos. E foi lá que recentemente um peão assassinou um bezerro durante a prova que consiste em aterrorizar um bebê. Logo depois, um touro teve uma câimbra que o paralisou.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A verdade é que o terror  dos animais é uma condição de sua participação em eventos deste tipo pelo simples fato de que os animais não entendem o que está acontecendo. Sem falar na crueldade, nos maus-tratos. Qualquer um pode ver isso, não é necessário um laudo técnico. A presidente Dilma, como uma pessoa que segundo relatos da imprensa parece gostar de animais, deve ou pelo menos deveria estar ciente que os rodeios, em seu formato atual, são um espetáculo de barbarismo. Em vez de incentivar, essa festa violenta com os animais deveria ser extinta.

Barreto diz que a sua economia se beneficia desse evento. Que bom para eles. Que eles se continuem a se beneficiar dos rodeios, mas sem animais. Com certeza a festa poderia atrair pessoas que atualmente não a prestigia por conta desse abuso explícito de seres inocentes.

16 COMENTÁRIOS

  1. Coloquei a mensagem abaixo no blog do Planalto:
    Presidente Dilma, ainda que sua experiência política tenha sido intensa,nada impede contudo que seja enganada como no caso recente da lei nº 12489/11 conferindo à cidade de Barretos o título de capital nacional dos rodeios.
    Penso que os lobbystas desse projeto esconderam da senhora as verdades das ruas, da população que se faz presente junto a Vereadores, Deputados estaduais e Prefeitos quando apresentam projetos proibindo esse tipo de crueldade disfarçada de esporte que se esconde atrás de grandiosos shows, acrescentando ainda as várias decisões judiciais proibindo alguns métodos comprovadamente danosos ou até mesmo o rodeio propriamente dito.
    Perante a população, Barretos é a capital nacional da tortura.
    A senhora foi enganada, lamento.
    Atenciosamente
    Marli Moraes
    Rio de Janeiro

  2. O que se espera de um país que homenageia uma cidade em que a crueldade é praticada livremente – e a homenageia exatamente por isto? Não reclamemos diante da violência urbana! Somos culpados por isto. Nossos filhos crescem assistindo a cenas brutais contra animais, exibidas com naturalidade e sob aplausos!

  3. O problema é muito mais profundo. A incapacidade de análise da innformação recebida ao longo da vida, faz com que muitas pessoas de pouca sensibilidade (pensar cansa!!!!?), aceitem tudo que recebem como verdades absolutas, Se o filho do peão parasse pra pensar “Será que é certo o que meu pai está fazendo? Batendo e machucando um pobre animal? Mas a contracultura do dinheiro e do poder, não tem interese em mudar esse status quo, e fora isso, poucas pessoas têm essa capacidade de análise/sensibilidade/amor, essa que deveria ser a mais nobre característica “humana”. Estamos muito longe ainda do título “seres evoluídos”.

  4. DEVEMOS ESSE ABSURDO A PRESIDENTA DILMA !!!!!!
    QUE BARBÁRIE !!!!!!!
    FALTA DE MORAL E DE MÍNIMA NOBREZA !!!!!
    NOBREZA MINHA SENHORA ! CARÁTER !!!!! MORAL !!!!!!!!! DILMA !!!

  5. Até gostei do texto da Marli, mas… sinceramente: acham mesmo que a presidente não sabe o que acontece lá? Claro que sabe! Para mim, ela é tão culpada quanto esses peões assassinos.

  6. Sem dúvidas a festa continuaria a atrair pessoas sem os rodeios. Eu não sou contra a festa, sou contra a crueldade. Acho que devia acontecer com os rodeios, o mesmo que aconteceu com os circos. Circo com animal é CRIME, pois bem… com o rodeio também devia ser assim. O espetáculo pode continuar mas a crueldade NÃO. Retirem os animais desses eventos e curtam os shows, a tradição, a festa… somente isso. COM CERTEZA continuaria atraindo pessoas, é comprovado que mto mais da maioria comparece a esses eventos unicamente pela festa e pelos shows.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui