Morador de Rio Claro (SP) mantinha aves em cativeiro


As espécies apreendidas são o canário da terra, coleirinha, papagaio e azulões. Foto: JC

A Polícia Ambiental de Rio Claro (SP) apreendeu ontem, terça-feira, aves da fauna silvestre brasileira em uma residência na avenida 7, distrito de Assistência. O responsável não possuía registro do Ibama para os animais.

As espécies apreendidas são o canário da terra, coleirinha, papagaio e azulões. A poss e sem registro destas aves infringe o artigo 29 da lei 9605/98, de crimes ambientais. O responsável foi autuado e deve pagar R$ 23,5 mil pelo crime.

Os pássaros azulões encontram-se ameaçados de extinção e cada exemplar pode valer R$5 mil As aves apreendidas foram encaminhadas ao criadouro conservacionista “Pé da Serra”, em Piracicaba.

Fonte: JC


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>