Duas cadelas que vivem na rua precisam de ajuda, no PR


Jaqueline Lourenço Gomes
jaquelinelg@ig.com.br

A adotante saiu de casa pra ir num evento de adoção e saiu com o Bernardo, sendo que em frente à casa dela estam estas duas queridinhas. São de porte pequeno, extremamente dóceis e carinhosas, super carentes. Devem ser irmãs ou mãe e filha. A menor deve ter uns 6Kg e a maior uns 8Kg. São novinhas, 2 anos no máximo.

Foto: Divulgação Jaqueline Gomes

Daí alguém pode pensar: mas tem uma casinha para elas ali, recebem comida, são cães comunitários, estão sendo cuidadas.
Sim, o pratinho estava cheio de resto de macarrão, não tinha água, as duas estão lotadas de carrapatos e pulgas, eu tirei um monte, mas ainda ficaram cheias. Além disso, não vai demorar para que entrem no cio e daí, a casinha ficará pequena para galerinha que vai surgir lá, pois o povo se limitou a montar a casinha e dar resto de comida, e não estão pensando nas consequencias em deixar duas fêmeas sem castrar na rua.

E aí? Alguém ajuda, abriga temporariamente ou adota?

Seria ótimo se pudéssem continuar juntas, dá pra ver que elas se amam muito, uma cata carrapatos na outra, rs. Elas estão na Rua Albino Homann, prox. ao n.º 158 – é uma rua sem saída, no final dela está a casinha com as duas.

Contato: Jaqueline (41) 8895-8317


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

ASFIXIA

ATO DE AMOR

GENEROSIDADE

MOÇAMBIQUE

ÍNDIA

MINAS GERAIS

ESTUDO

CONSUMO CONSCIENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>