Remédio genérico para animais entra na pauta de votação da Câmara


Depois de oito anos de tramitação no Congresso Nacional, o projeto de lei que permite o uso, a venda e a fabricação de medicamentos genéricos para animais no Brasil vai entrar na pauta de votação do plenário da Câmara. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara, deputado Marco Maia.

Hoje, não existem medicamentos genéricos para animais no Brasil. O mercado de remédios de marca movimenta mais de R$ 3 bilhões por ano no país, isso sem contar as vacinas, segundo o deputado César Halum (PPS-TO).

O parlamentar, que é veterinário, destaca que a liberação dos genéricos pode fazer com que o preço dos medicamentos caia até 70%, o que traria vantagens para os produtores.

Halum afirma que os genéricos veterinários também podem trazer vantagens para as famílias em geral.

“No caso dos animais domésticos, permitir que até a população carente trate seu animal adequadamente. Então as vantagens são inúmeras, a gente fica perplexo de imaginar por que esse projeto demorou tanto para ser votado aqui na Casa”, declarou.

O deputado destaca que das dez maiores fábricas de remédios veterinários que atuam no país, nove são estrangeiras. Segundo o parlamentar, também era assim antes de o governo liberar os medicamentos genéricos para humanos, há 12 anos.

Com informações do Jornal Floripa


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÍNDIA

MINAS GERAIS

ESTUDO

CONSUMO CONSCIENTE

PROTEÇÃO

AMOR PROFUNDO

ÍNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>