Defensores dos animais pressionam a Air Canada para que desista de transportar macacos para testes


Por Natalia Cesana  (da Redação)

(Foto: Brennan Linsley/AP)

Grupos de defesa animal renovaram o apelo à empresa Air Canada para que pare de transportar macacos destinados às cruéis pesquisas de laboratório. Segundo informações do jornal canadense CBC News, a Sociedade Humanitária Internacional, a do Canadá e a Aliança Animal do Canadá anseiam que a companhia aérea acabe com o transporte de animais para pesquisas, testes de toxicidade e outros experimentos laboratoriais.

Em janeiro, organizações internacionais que lutam pela proteção animal relataram que a Air Canada transportou para Quebec 48 macacos como carga, que vieram de fazendas da China. Eles estavam em caixotes de madeira.

Entretanto, em 1998, a Agência de Transportes do Canadá decidiu a favor do carregamento e contra a Air Canada quando ela tentou se recusar a transportar carga viva.

Agora os grupos dizem que a opinião legal dos Advogados pelo Bem-estar Animal conclui que a Air Canada tem o direito de restabelecer a política anterior, alterando a redação sobre as tarifas de carga.

“A Air Canada já se recusou uma vez a levar animais para este fim, e dadas as conclusões de nossa análise legal e todo o sofrimento animal envolvido, exortamos que a companhia aérea tome providências imediatas para reinstalar a política anterior”, disse Liz White, diretora da Aliança Animal, em comunicado.

As organizações em defesa dos animais enviaram no dia 8 de julho uma cópia da análise jurídica ao CEO da Air Canada, Calin Rovinescu, pedindo uma resposta no prazo de 30 dias, mas até agora nada foi recebido.

O porta-voz da Air Canada, Peter Fitzpatrick, afirma que a empresa aérea não tem comentários a fazer sobre o documento recebido. “Enquanto a Agência de Transportes do Canadá diz que podemos mudar nossas taxas, vocês deviam observar que está claro nas regras da agência que para eles o transporte de macacos não incomoda os passageiros (que é o que determina se podemos discriminar carregamentos)”, disse por e-mail. “Nada nos faz crer que de repente a agência terá uma opinião diferente.”

A Air Canada é uma das companhias aéreas que ainda transporta animais que serão utilizados em pesquisas científicas, de acordo com a União Britânica pela Abolição da Vivissecção (BUAV), uma organização britânica de proteção animal.

De acordo com a organização, as empresas British Airways, United Airlines, Virgin Atlantic, Qantas Airways, Delta Airlines e China Airlines são algumas das empresas de aviação que não levam animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

GOIÁS

NOVA JORNADA

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>