Falta de consciência

Casos de crueldade animal sobem 15% em Cingapura

Um cão estava ofegante, preso em um carro com apenas uma fresta da janela aberta. Um inspetor da Sociedade Preventiva de Crueldade Animal (SPCA) ficou com ele por mais de...

4

27/07/2011 às 06:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Natalia Cesana  (da Redação)

Foto: Reprodução/Straits Times

Um cão estava ofegante, preso em um carro com apenas uma fresta da janela aberta. Um inspetor da Sociedade Preventiva de Crueldade Animal (SPCA) ficou com ele por mais de duas horas, alimentando-o com cubos de gelo jogados pelo vão da janela para diminuir a temperatura do animal.

Quando a tutora do cachorro voltou, ela insistiu que o animal estava bem porque ela havia deixado a janela um pouco aberta.

A SPCA afirmou ao jornal The Straits Times que tem investigado casos como este ao longo do ano. O número aumentou: a média era de um caso por mês e agora está em dois, três por mês.

O número de relatos de crueldade animal disparou para cerca de mil somente no ano passado, 15% a mais que no ano passado.

O diretor executivo da SPCA, Deirdre Moss, disse que o aumento se deve a mais negligências cometidas pela população de Cingapura e mais consciência em relação aos animais.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.