Sadismo online

Brasileiro ameaça matar gato ao vivo pela internet

Um website com uma câmera ao vivo mostrando um gato em uma gaiola lança uma pergunta: o animal deve viver ou morrer? Os visitantes do website Domus Mortem, que em...

21

22/06/2011 às 06:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Um website com uma câmera ao vivo mostrando um gato em uma gaiola lança uma pergunta: o animal deve viver ou morrer?

Os visitantes do website Domus Mortem, que em latim significa “Casa da Morte”, são desafiados a tomar uma postura em um jogo parecido com filmes B, travestidos de drama psicológico, como “Jogos Mortais”. O que leva a crer que se trata de alguém com a pretensão de transformar essa atitude doente e criminosa em espécie de performance art é a maneira como a cena está armada: muito planejada, com luz de cinema e cenário de filme de terror.


Na entrada do site, o criminoso digital (mesmo que seja “brincadeira”, o que ele faz é crime) colocou abaixo de uma tela, que mostra imagens randômicas de um gatinho dentro de uma gaiola, um relógio em contagem regressiva para que as pessoas definam sobre o destino do pobre animal.

Obviamente, o que a pessoa por trás dessa ação mórbida quer é chamar a atenção e atrair tráfego para o website. Por enquanto o número de pessoas que votaram por salvar o animal é absoluta maioria. Mas os números, com certeza, são manipulados por ele.

O caso está causando forte indignação entre defensores de animais da Europa e dos Estados Unidos. O assunto está sendo bastante comentado no Twitter (onde ele mantém um perfil) e no Facebook, onde pessoas já criaram uma causa (http://www.facebook.com/pages/STOP-Domus-Mortem/223796744311256).  Segundo as mensagens, os internautas estariam reportando à apologia ao crime e crueldade à Interpol e ao grupo Peta.

O website está em português corrente do Brasil, o que leva a crer que se trata de um brasileiro. O IP foi localizado como sendo da cidade de  São Paulo. Conforme denúncias publicadas nas mídias sociais, o endereço seria no bairro de Cerqueira César, na capital paulista. Por solicitação da ANDA, policiais do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania, que investigam crimes ambientais, realizaram uma diligência no local, mas era um estabelecimento comercial e estava fechado.

Mas os criminosos virtuais costumam usar, por meio de programas, vários IPs, dificultando assim a sua localização. O caso, que foi comunicado pela ANDA também à Delegacia de Crimes Eletrônicos de São Paulo, já está sendo investigado. “É preciso que seja aberto um inquérito policial a fim de que as ações sejam realizadas com base na lei”, explica o investigador Rinaldo Belisário.

Já se sabe que o site está hospedado em Denver, capital do Colorado, nos Estados Unidos.

Esperamos que as autoridades encontrem o autor desse projeto macabro e o punam por apologia à violência e crueldade. Resta esperar ainda que o ato sádico fique apenas em sua fantasia.

Contatos:
Delegacias CiberCrimes
Informar a Peta

Denúncias a Interpol

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.