Cresce na China prática de tingir animais para que pareçam selvagens


Por Natalia Cesana  (da Redação)

Foto: China Foto Press

Tingir cães para que eles se pareçam com animais selvagens é a mais nova prática que tem crescido na China, segundo informações do jornal Hurriyet Daily News. O processo todo demora oito horas para ser finalizado e é oferecido nos pet shops de Pequim.

Além de já serem pintados com cores absurdas, os cachorros agora são tingidos para que se assemelhem à pelagem de tigres e guaxinins. Recentemente, um chow chow foi pintado de branco e preto para que se parecesse com um panda.
Mary Peng, veterinária do International Center for Veterinary Services, em Beijing, questiona a segurança desta prática. “Às vezes essas tintas podem ser fatais para os animais”, disse.

Peng também falou que criadores tingem os animais ainda filhotes para que eles sejam vendidos por um preço mais alto. “Eu vi um gatinho frajola, preto e branco, tingido como se fosse um siamês para que assim ele ‘valesse mais’. Esse gato adoeceu, foi internado e precisou de tratamento intensivo, pois as tintas usadas eram industriais.”

Os donos de pet shop alegam que a pintura feita nos animais é segura e os animais “adoram” receber atenção especial de seus tutores.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA

DESAMPARO

COVARDIA

APOIO COLETIVO

CONSCIENTIZAÇÃO

MISSÃO

SÃO SEBASTIÃO (SP)

DEMANDA CRESCENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>