Delegacia investiga morte de gatos em hipermercado de Ribeirão Preto (SP)


Cinco pessoas são convocadas para depoimentos na próxima semana

A Delegacia de Proteção Animal de Ribeirão Preto (SP) investiga uma denúncia anônima de que gatos estão sendo envenenados e, posteriormente, prensados no hipermercado Walmart. De acordo com o delegado Norberto Bocamino, investigadores foram até o local e encontraram uma “gatoeira” (objeto utilizado para captura de gatos) no estoque. O objeto foi apreendido.

Cinco pessoas foram intimadas e serão ouvidas na delegacia na próxima semana, pois, segundo Bocamino, o gerente do Walmart alegou que os animais são capturados e enviados para uma instituição. No entanto, os investigadores estiveram no local indicado e constataram que lá funciona uma empresa terceirizada, que não tem nenhuma ligação com proteção animal.

Em nota, a assessoria do hipermercado informou que repudia qualquer ato de desrespeito e maus-tratos aos animais e que para conter o crescimento de gatos em seu depósito tem atraído os animais com alimentos saudáveis para captura e, em seguida, eles são doados para os próprios funcionários.

Fonte: EP Ribeirão


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>