Vizinhos denunciam abandono de dois cachorros em casa desocupada no interior de SP


Um imóvel fechado para locação desperta a indignação de vizinhos  por um detalhe: no quintal, dois cachorros ficam sozinhos e, segundo denunciantes, desamparados  na Vila Marta, próximo à Vila  Falcão.

Os animais  ficam aos fundos do imóvel, localizado na rua São Vicente. No quintal, não fazem muito barulho. Quem passa pela frente não percebe que ali, logo atrás, há cães em condições precárias de higiene e alimentação.

“Não é a primeira vez que isso acontece. Um cachorro, que ela tinha antes, acabou doente e morreu”, conta uma vizinha sobre a tutora dos animais. “Ela não trata bem os animais e os cachorros até apanham”, completou.

Os dois cachorros, aparentemente sem raça definida, em quintal: de acordo com vizinhos, animais vivem sozinhos desde que a moradora deixou o imóvel, que agora está para alugar. Foto: Divulgacão/ Bom dia

Outros vizinhos também escutam os cachorros. “Eu ouço latido, choro e, às vezes, percebo eles brigando”, relatou outra vizinha, que também prefere não ter o nome divulgado. Segundo denunciantes, a dona do imóvel às vezes sai, deixa o local e volta de tempos em tempos, mas os animais acabam esquecidos.

“Meu marido subiu no telhado de casa para tentar ver a situação, jogamos comida para eles”, lembrou a vizinha.

Segundo ela, a polícia já foi chamada, na tentativa de que os animais sejam retirados do quintal. “Liguei no 190, mas disseram que isso é no Centro de Controle de Zoonoses. Liguei lá também, mas nada adiantou”, revela.

Dessa forma, nenhum boletim de ocorrência chegou a ser registrado até nesta segunda-feira (20) à noite.

Movimentação

Vizinhos também relataram que, neste domingo (19), a proprietária esteve no local e retirou coisas de dentro da casa, mas os cães continuaram lá.  Apesar da casa estar aparentemente disponível para locação, inclusive com placa de uma imobiliária, nem tudo está regularizado.

O BOM DIA entrou em contato com a imobiliária responsável pela locação. A empresa explicou que a placa foi colocada há duas semanas – e que a proprietária ainda não devolveu as chaves do imóvel para que os corretores realizem a vistoria.

De acordo com a imobiliária, caso ocorra a demora, a placa será retirada.

Sem obesidade

OBOM DIA entrou em contato por  telefone com a dona da casa. Segundo ela, os cachorros não estão abandonados, nem sem alimentação.

“Vou colocar comida lá dia sim, dia não. Saí de casa há um mês porque fui assaltada e fiquei com medo. Estou morando na casa da minha mãe e lá não tem espaço para os cachorros. Eles ficarão lá na casa até eu conseguir um imóvel definitivo para mim”, justificou a tutora.

Perguntada sobre a razão da magreza dos cães, a tutora dos animais tentou explicar. “Eu não quero que meus cachorros fiquem obesos, isso faz mal.”

Centro de Controle de Zoonoses fiscaliza

O BOM DIA entrou em contato com o CCZ para relatar a denúncia e bucar soluções. Os fiscais conseguiram entrar em contato com a proprietária da casa e marcaram  encontro no local nesta terça-feira (21), às 10h, para que a avaliação das condições seja feita. Segundo o CCZ, hoje as condições de limpeza e higiene da casa, onde estão os cachorros, serão avaliadas, além da saúde dos animais.

Durante a manhã, os agentes de inspeção do CCZ foram ao local e confirmaram que os cachorros estão sendo mantidos em um local sujo e não apropriado para animais de estimação. A proprietária foi autuada para realizar a limpeza em 15 dias.

Além disso, os agentes exigiram da moradora um laudo veterinário, que comprove que os animais não têm nenhum problema físico em função da condição em que vivem. Caso não realize as exigências feitas pelo CCZ, ela será multada e pode perder a guarda dos cães.

O BOM DIA foi até a casa onde foi feita a denúncia, mas aproprietária se negou a dar entrevista. Ela classificou como “mentirosas” as acusações e garantiu que vai tomar as providências necessárias.

Fonte: Rede Bom Dia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>