Foto: Reprodução/EP Ribeirão

Vinte e seis gatos foram encontrados mortos no Morro de São Bento, no Jardim Mosteiro, em Ribeirão Preto (SP). O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) recebeu a denúncia na manhã desta segunda-feira (9) e recolheu os animais para apurar as causas da ocorrência.

Para o delegado responsável pela Delegacia de Proteção aos Animais em Ribeirão Preto, Norberto Bocamino, não restam dúvidas de que houve ato criminoso. O departamento aguarda, nos próximos dias, o resultado do exame toxicológico nos gatos, além dos que serão feitos pelo Instituto Adolpho Lutz com os restos de ração encontrados no local. “Por não ter sido morte natural, de qualquer forma esses animais foram exterminados”, afirmou.

Ele não descarta a hipótese de que outros gatos – a região é conhecida pela superpopulação de felinos – sejam encontrados mortos nos próximos dias. O próximo passo, segundo o delegado, é levantar informações sobre o culpado, que pode ser preso por crime previsto no artigo 32 da Lei Ambiental, que trata da punição de abusos contra animais domésticos e silvestres.

Funcionários da zoonozes recolhem 26 gatos mortos na região do Morro de São Bento, no interior de SP. Foto: Silva Junior/Folhapress

Segundo o encarregado de serviços do CCZ, Luís Carlos Martins de Oliveira, a suspeita de que os animais foram envenenados só poderá ser confirmada após resultado do exame toxicológico. “A gente não sabe. Como foi morte em massa, acreditamos que, possivelmente, tenham sido envenenados”, afirmou. Ele acrescenta que também serão feitos testes biológicos com cinco gatos no Instituto Pasteur, em São Paulo, para constatar a possibilidade, ainda que remota, de contaminação de raiva.

Fonte: EP Ribeirão

1 COMENTÁRIO

  1. Esse gatos estavam vivendo em local onde não atrapalhavam ninguem varios protetores de animais tratavam deles diariamente estavam sendo castrados e recebiam toda a atençao de pessoas simpatizantes à causa animal .Foi muito triste o que aconteceu.Espera-se que tudo seja esclarecido e o mais importante que haja punição aos culpados.