Pombos de penas escuras são mais saudáveis


Pesquisadores franceses descobriram o segredo da saúde dos pombos: quanto mais escura a plumagem, mais saudável o pombo.

Um estudo de pombos urbanos no centro de Paris demonstrou que aves com maiores níveis de pigmento melanina escura têm sistema imunológico mais forte. Elas também são mais capazes de afastar parasitas.

Em estudo publicado na Revista de Biologia das Aves, os pesquisadores dizem que as descobertas podem ajudar a explicar por que pássaros de cores diferentes se adaptaram a ambientes diferentes. Os cientistas também exploraram o porquê de pássaros da mesma espécie serem geralmente de cor diferente.

Lisa Jacquin e seus colegas do Centro Nacional de Pesquisa Científica, em Paris, realizaram a pesquisa em conjunto com Simon Ducatez, do Museu de História Natural, em Brunoy, França.

Ao avaliar a coloração e o estado de saúde de 195 pombos urbanos de vida livre, eles constataram que os pombos escuros tinham concentrações mais baixas de um parasita do sangue. O sistema imunológico dessas aves também respondem mais rapidamente à infecção em comparação com seus semelhantes de penas mais claras.

Atualmente, existem duas hipóteses sobre porque os animais da mesma espécie podem possuir cores diferentes.

A primeira credita ao ambiente a causa das diferentes cores e é chamada de hipótese da “exposição”. A outra, conhecida como “ligação genética”, afirma que os pássaros evoluíram de forma diferente os genes que codificam a melanina.

O resultado da pesquisa sugere que os pássaros possam ter evoluído para produzir altos níveis de melanina como uma forma de proteger o sistema imunológico.

Isso também poderia explicar porque há maiores populações de aves de penas escuras em áreas urbanas, onde a incidência de parasitas é maior.

“A constatação de que a resposta imune e a intensidade de parasitismo tem relação com a coloração sugere que as aves de penas mais escuras saem na frente na hora da seleção sexual”, explica Lisa Jacquin.

Assim, as aves escuras, além de mais saudáveis, parecem mais atraente ao sexo oposto.

Fonte: Hypescience


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>