Pelo fim dos maus-tratos

Reino Unido está prestes a proibir a utilização de animais em circos

Por Lobo Pasolini (da Redação em Londres)

Foto: Reprodução/Cultura Mix

A presença de animais em circos será proibida no Reino Unido segundo novos planos do governo daquele país, de acordo com informações do jornal News One.

A Secretária de Meio Ambiente Caroline Spelman ouviu de ativistas de direitos animais que forçar animais a executar truques para o publico é errado.

Eles disseram também que os animais são forçados a viajar milhares de quilômetros em pequenos trailers em cima de caminhões, o que não condiz com seu bem estar.

O ministro do bem estar animal Jim Paice recentemente disse aos membros do parlamento que um novo regulamento estava quase pronto e tem apoio do governo.

“Chegou a hora da Grã-Bretanha mostrar que realmente é uma nação de pessoas que amam os animais”, disse Ros Clubb da Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals.

O caso da elefanta Anne, 59 anos, e que foi vista na TV apanhando de uma treinador de circo, comoveu o país e o mundo.

1 COMENTÁRIO

  1. NÃO VÍ e gostaria de não ver a elefanta de 59 anos sendo torturada, mas gosto muito de estar sabendo que um absurdo destes aconteceu na Inglaterra, pela utilidade do conhecimento. A informação é também um instrumento da prática.
    A DECLARAÇÃO de Ros Clubb, mostra de um lado, certamente o justificável orgulho dos ingleses no que tange à criação de leis que protejam os animais, no ocidente eles são vanguardeiros nesta questão. Não obstante, no Reino Unido, vemos ainda, algumas coisas inaceitáveis.
    AQUI mesmo na ANDA foi publicada uma reportagem mostrando uma “tradição” que existe na Irlanda, em que coelhos são perseguidos e atacados por cães. Protetores de animais conseguiram filmar a agonia de uma lebre.
    NÃO OBSTANTE, se a lei que proibe de uma vez por todas, animais em circos vier a ser instaurada no Reino Unido só temos que comemorar, pelo bem que isto fará aos animais e pelo que servirá de exemplo.
    ACONTECE que quando determinada lei visando proteger os Animais surge em um país, fica muito difícil impedir o surgimento delas em outros países.
    CERTAMENTE tais leis não apareceram sem esforços e não podemos esperar que os exploradores de animais se conformem, eles farão oposição violenta sempre exigindo que todos as cidadãs e cidadãos dotados de CONSCIÊNCIA ética tenham que usar seu esforço e perseverança.

  2. Como podemos aceitar essa exploraçaõ em um País dito do primeiro mundo, nada mais arcaico como sofrem estes que nasceram para explorar a natureza, andar quilômetros todos os dias. Me dói na alma ver estas imagens, correntes presas as suas patas, porque merecem passar por isso, está demorando a lei e o apoio de todos é fundamental.

  3. “Chegou a hora da Grã-Bretanha mostrar que realmente é uma nação de pessoas que amam os animais”, e torço, espero, rogo e peço que a partir dessa tomada consciente de atitude outras prisões sejam abolidas de nossas condutas, como zoológicos.

  4. Que notícia maravilhosa!!!!
    Poucas coisas são tão cruéis quanto “espetáculos” envolvendo animais.
    Circos, zoológicos, rodeios, touradas, provas de puxada, farra do boi, rinhas … e quantas outras barbaridades são cometidas!!!
    Por favor, divulguem a idéia aos seus amigos: NÃO PARTICIPEM DE NENHUM TIPO DE “EVENTO” COM ANIMAIS!!
    Um grande abraço.

  5. Gostaria de ver preso o romeno q torturou esse elefante. As cenas do animal indefeso, sendo golpeado até, cair não me saem da cabeça. Felizemente, Anne sobreviveu e não vai ficar mais nesse circo dos horrores, q provavelemte vai falir após esse fato ter vindo a público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui